Busca avançada
Ano de início
Entree

Associação entre ingestão dietética, níveis séricos e eritrociários de folato com polimorfismos no gene da metilenotetrahidrofolato redutase (MTHFR) em pacientes portadores carcinoma colorretal

Resumo

O câncer de cólon e reto é considerado a terceira causa mais comum de neoplasia no mundo em ambos os sexos. A etiologia do câncer colorretal é multifatorial destacando-se os aspectos genéticos, de estilo de vida, ambientais e dietéticos. O ácido fólico é uma vitamina envolvida em múltiplas reações bioquímicas, com destaque no seu papel durante a metilação do DNA e a síntese de purinas e pirimidinas, atuando assim durante o crescimento e replicação tumoral. O questionário de frequência alimentar é utilizado na maioria dos estudos epidemiológicos e permite estimar a ingestão alimentar de um determinado nutriente. Outros métodos são utilizados para avaliar os níveis de folato, como seus níveis séricos e eritrocitários. A enzima metilenotetrahidrofolato redutase (MTHFR) exerce um papel fundamental no metabolismo do folato e, por esse motivo, mutações no gene dessa enzima tem sido alvo de muitos estudos. O objetivo do presente trabalho será analisar a associação entre ingestão dietética, níveis séricos e eritrocitários de folato com o polimorfismo no gene da MTHFR em pacientes portadores carcinoma colorretal. O estudo será observacional transversal, com coleta prospectiva de dados, na qual será realizada com pacientes portadores de adenocarcinoma invasivo de cólon ou reto, admitidos no Núcleo de Câncer Colorretal do Hospital A.C. Camargo. Será determinado o status de folato através da ingestão alimentar, níveis séricos e eritrocitários. Além disso será avaliado a presença ou não de polimorfismos no gene MTHFR. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)