Busca avançada
Ano de início
Entree

Mapping of risk and susceptibility of shallow-landslide in the city of São Paulo, Brazil

Resumo

Na cidade de São Paulo, onde vivem aproximadamente 11 milhões de pessoas, escorregamentos e inundações ocorrem frequentemente, especialmente durante o verão. Esses escorregamentos causam a destruição de moradias e equipamentos urbanos, danos econômicos e vítimas fatais. O número de areas atingidas por escorregamentos vem aumentando a cada ano. O objetivo deste artigo é analisar a probabilidade de risco e a suscetibilidade a escorregamentos rasos na bacia do rio Limoeiro, localizada na cabeceira da bacia do rio Aricanduva, uma das principais bacias hidrográficas da cidade de São Paulo. Para o mapeamento de areas de risco, foi elaborada uma ficha de cadastro para avaliar o risco de escorregamento em campo. O risco foi classificado em 4 escalas baseado em aspectos naturais e antropogênicos: R1 (baixo risco), R2 (risco médio), R3 (risco baixo) e R4 (risco muito alto). Para a análise da suscetibilidade a escorregamentos rasos, foi usado o modelo matemático SHALSTAB (Shallow Landsliding Stability) e calculada a Frequência de Distribuição (FD) das classes de suscetibilidade em toda a bacia. Por fim, foi realizada uma análise conjunta por meio dos indices Concentração de Risco (CR) e Potencial de Risco (PR). Foram mapeados 14 setores de risco contendo aproximadamente 685 moradias, sendo que deste total a maioria encontra-se em médio (R3) e alto (R4) risco. No mapa de suscetibilidade, 41% da area foi classificada com estável e 20% como incondicionamente instável. Embora esta última categoria tenha uma menor proporção na area da bacia, ela contem uma Concentração de Risco (CR) de 41% das areas de risco mapeadas com um Potencial de Risco (PR) de 12%. Verificou-se que as areas previstas como instáveis pelo modelo coincidiram com as areas de risco mapeadas em campo. Esta combinação de métodos pode ser aplicada para avaliar o risco de deslizamentos em areas densamente ocupadas e pode ajudar a gestão pública a definir areas impróprias para moradia. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)