Busca avançada
Ano de início
Entree

Estado nutricional relativo ao zinco de pacientes com artrite reumatóide e sua relação com o estresse oxidativo e o polimorfismo Arg213Gly no gene da SOD3

Processo: 11/18025-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2012 - 31 de agosto de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Bioquímica da Nutrição
Pesquisador responsável:Silvia Maria Franciscato Cozzolino
Beneficiário:Silvia Maria Franciscato Cozzolino
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Minerais na dieta  Artrite reumatoide  Antioxidantes  Zinco  Polimorfismo genético 

Resumo

Estudos mostram que há um aumento do estresse oxidativo nos pacientes com artrite reumatóide. O zinco é um micronutriente essencial à saúde humana desempenhando papel importante na inflamação, através da proteína zinc finger A20 e também como antioxidante através da enzima superóxido dismutase. A superóxido dismutase é considerada a primeira linha de defesa antioxidante. Dentre as isoformas, a SOD3 ou EC-SOD, é a principal isoenzima no fluido sinovial. A presença do alelo variante do polimorfismo Arg213Gly no gene da SOD3 resulta em um prejuízo na ligação da enzima com a heparina, reduzido a atividade antioxidante na parede vascular, diminuindo a proteção antioxidante no vaso. Acredita-se que possa existir uma associação entre o estresse oxidativo, a presença do polimorfismo e a susceptibilidade para doenças cardiovasculares. Portanto, o estudo tem como objetivo avaliar o estado nutricional relativo ao zinco de pacientes com artrite reumatóide e sua relação com o estresse oxidativo e o polimorfismo Arg213Gly no gene da SOD3. O estudo será realizado com inicialmente 50 indivíduos de ambos os gêneros, com idade entre 19 a 59 anos. Será aplicado um questionário de informações pessoais; o estado nutricional relativo ao zinco será avaliado no eritrócito, plasma e urina e a atividade das enzimas SOD e SOD3 no eritrócito; avaliação do estresse oxidativo através da análise de MDA; o perfil lipídico será determinado através de métodos enzimáticos comerciais; o consumo alimentar será avaliado através de registro de três dias; e o polimorfismo será identificado pelo sistema Taqman com primer e sonda especifica para o SNP. Serão realizados testes estatísticos específicos para análise e correlação dos dados obtidos, sendo os resultados expressos em média e desvio-padrão adotando-se um nível de significância de 5%. (AU)