Busca avançada
Ano de início
Entree

Regulação imunogenética da inflamação pulmonar em modelo murino de asma experimental: relevância dos hormônios sexuais femininos

Resumo

Dados anteriores mostraram que o perfil dos hormônios sexuais femininos durante o período da sensibilização primária ao antígeno altera o estado funcional dos mastócitos e dos fagócitos envolvidos com a inflamação alérgica pulmonar, e que o perfil de estradiol e progesterona exerce efeito díspar sobre a geração de mediadores inflamatórios e no tráfego celular. Assim, neste trabalho avaliaremos a influência dos hormônios sexuais femininos sobre a produção e a expressão gênica de citocinas em camundongos geneticamente selecionados (AIRmáx e AIRmin) após a inflamação alérgica pulmonar. Grupos de camundongos fêmeas com 1 dia e 7 dias de ovariectomia (OVx) serão sensibilizadas com ovoalbumina (OVx-1 e OVx-7). Decorridos 14 dias os animais serão broncoprovocados e os estudos conduzidos 24 horas após o desafio. Como controle, serão utilizados animais alérgicos falsamente-operados (Sham). Um grupo adicional de animais isogênicos (Balb/c), não manipulados (Basal), será utilizado para obtenção dos valores normais das variáveis estudadas. (AU)