Busca avançada
Ano de início
Entree

Revisão do Inventário Dimensional Clínico da Personalidade (IDCP) de acordo com o DSM 5

Processo: 12/12794-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência: 01 de fevereiro de 2013 - 31 de janeiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Fundamentos e Medidas da Psicologia
Pesquisador responsável:Lucas de Francisco Carvalho
Beneficiário:Lucas de Francisco Carvalho
Instituição-sede: Universidade São Francisco (USF). Campus Itatiba. Itatiba , SP, Brasil
Pesq. associados: Claudio Garcia Capitão ; Latife Yazigi ; Maria Luiza de Mattos Fiore ; Ricardo Primi
Auxílios(s) vinculado(s):16/24229-5 - International Society for the Study of Individual Differences Conference, AR.EXT
Assunto(s):Personalidade  Testes psicológicos  Transtornos neuropsicológicos  Transtorno de personalidade múltipla 

Resumo

No panorama internacional, há uma evidente discussão em relação ao sistema de avaliação, classificação e diagnóstico dos transtornos da personalidade para a próxima edição do Manual Diagnóstico e Estatístico dos Transtornos Mentais, o DSM 5. No Brasil, pesquisas acerca da avaliação dos transtornos da personalidade são escassas, e consequentemente há pouca discussão na área. Ainda assim, foi desenvolvido um instrumento para avaliação de características patológicas da personalidade, que podem se configurar como transtornos da personalidade, o Inventário Dimensional Clínico da Personalidade (IDCP), com base na teoria de Theodore Millon e no eixo II do DSM-IV-TR. Trata-se de um inventário composto por 215 itens agrupados em 12 dimensões (Dependência, Agressividade, Instabilidade de Humor, Excentricidade, Necessidade de Atenção, Desconfiança, Grandiosidade, Isolamento, Evitação a Críticas, Autossacrifício, Conscienciosidade e Impulsividade), que devem ser respondidos por meio de uma escala tipo Likert de 4 pontos. Por um lado, o instrumento apresentou propriedades psicométricas adequadas, sendo representativo das características propostas pela teoria de Millon e pelo DSM-IV-TR. Por outro, considerando a proposta para o DSM-5, é necessário que o instrumento seja atualizado em consonância com a área. O presente estudo tem como objetivo revisar o IDCP de acordo com a proposta do DSM 5 para avaliação de características patológicas da personalidade. Espera-se obter um instrumento com propriedades psicométricas adequadas que represente as características consideradas como relevantes pela teoria de Millon, que dá base para o instrumento, e para a futura versão do DSM. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LUCAS DE FRANCISCO CARVALHO; NELSON HAUCK FILHO; GISELLE PIANOWSKI; LUANA COMITO MUNER. Latent Structure of Antisocial and Borderline Personality Disorders: A Taxometric Research. Paidéia, v. 29, p. -, 2019.
CARVALHO, LUCAS DE F.; PIANOWSKI, GISELLE; FILHO, NELSON H. Establishing a clinically relevant cutoff to the Dependency Scale from the dimensional clinical personality inventory. PSYCHIATRY RESEARCH, v. 251, p. 26-33, MAY 2017. Citações Web of Science: 5.
LUCAS DE FRANCISCO CARVALHO; GISELLE PIANOWSKI. Revision of the Dependency Dimension of the Dimensional Clinical Personality Inventory. Paidéia, v. 25, n. 60, p. 57-65, Abr. 2015.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.