Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos de propriedades óticas na escala nanométrica via catodoluminescência com alta resolução espacial

Processo: 13/22368-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 15 de março de 2014 - 22 de março de 2014
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física da Matéria Condensada
Pesquisador responsável:Luiz Fernando Zagonel
Beneficiário:Luiz Fernando Zagonel
Pesquisador visitante: Mathieu Kociak
Inst. do pesquisador visitante: Université Paris-Sud (Paris 11), França
Instituição-sede: Instituto de Física Gleb Wataghin (IFGW). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Nanofios  Poços quânticos  Microscopia eletrônica de transmissão  Nanopartículas  Ressonância de plasmônio de superfície 

Resumo

Durante sua visita, o Dr. Kociak irá trabalhar juntamente com o Prof. Luiz Fernando Zagonel em linhas de pesquisa ligadas ao projeto de colaboração em comum na área de nano-ótica. Essa pesquisa, em linhas gerias, visa melhor compreender algumas propriedades óticas em escala nanométrica de nanopartículas metálicas e discos quânticos de semicondutores. Nesse projeto, um uso intensivo de microscopia eletrônica de transmissão foi realizado e isso permitiu o mapeamento da absorção e excitação-emissão de luz pelas amostras com uma resolução espacial perto de 1 nm. As pesquisas estão ligadas a dois sistemas físicos distintos, sendo que cada um tem suas especificidades. Com relação os discos quânticos semicondutores, os objetivos estão ligados as propriedades óticas e sua relação com a sua morfologia e a inter-relação entre confinamento quântico, efeito Stark e o estresse compressivo ao qual os discos quânticos estão submetidos ao serem crescidos dentro de nanofios. Já as nanopartículas metálicas possuem modos de ressonância plasmônica que são responsáveis pela absorção e emissão de luz em faixas espectrais características e confinam a luz em regiões de intensa densidade de campo elétrico. A energia exata da absorção e emissão depende da forma e do ambiente químico das partículas e alguns detalhes da sua forma parecem ser crucias para as propriedades de emissão. A visita, que terá a duração de uma semana, vista acelerar o trabalho em alguns artigos que estão sendo escritos conjuntamente por esses pesquisadores nesses temas de pesquisa. De fato, três trabalhos estão sendo escritos em paralelo e uma interação mais dinâmica se faz necessária para consolidar a compreensão dos resultados e finalizar os artigos que estão sendo escritos. (AU)