Busca avançada
Ano de início
Entree

Validação de Enzyme-Linked Immunosorbent Assay (ELISA) com antígenos recombinantes no diagnóstico sorológico da leishmaniose visceral (LV) canina

Processo: 15/22075-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2016 - 28 de fevereiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Hiro Goto
Beneficiário:Hiro Goto
Instituição-sede: Instituto de Medicina Tropical de São Paulo (IMT). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados: Arleana Do Bom Parto Ferreira de Almeida ; José Eduardo Tolezano ; Maria Carmen Arroyo Sanchez ; Nazaré Fonseca de Souza ; Roberto Mitsuyoshi Hiramoto ; Valéria Régia Franco Sousa
Bolsa(s) vinculada(s):16/02622-7 - Validação de Enzyme-Linked Immunosorbent Assay (ELISA) com antígenos recombinantes no diagnóstico sorológico da leishmaniose visceral (LV) canina", BP.TT
Assunto(s):Técnicas de diagnóstico animal  ELISA em animal  Leishmaniose visceral  Cães  Sorologia  Antígenos  Vacinas sintéticas 

Resumo

No Brasil, a leishmaniose visceral (LV) está em franca expansão, presente em todas as regiões, com prevalência de 3.253 casos em 2013, atingindo, nas três últimas décadas, também centros urbanos e periurbanos. É causada por Leishmania (Leishmania) infantum, sendo o flebotomíneo Lutzomyia longipalpis o principal vetor e o cão (Canis familiaris) e a raposa (Dusycion vetulus), envolvidos no ciclo domiciliar e silvestre, respectivamente, os principais reservatórios. Como os cães apresentam um intenso parasitismo na pele, acredita-se que isto permita uma fácil infecção do vetor constituindo-se no elo importante na manutenção da cadeia epidemiológica. Desta forma, a identificação de cães infectados é considerada uma medida crucial no controle da transmissão da doença, sendo recomendada a realização de inquérito amostral ou censitário, dependendo da situação epidemiológica com relação ao risco de transmissão na área a ser investigada. O Ministério da Saúde recomenda a realização de teste imunocromatográfico DPP TM Leishmania test para triagem dos cães e confirmação dos casos positivos por ELISA baseado em lisado total de Leishmania major-like. Visto que a cultura do parasito para preparo do antígeno total se constitui em fator limitante, seria desejável que houvesse um ELISA baseado na utilização de antígeno recombinante, o que propomos neste projeto. Deste modo, o presente estudo pretende validar os métodos sorológicos ELISA-rHsp83 e ELISA-rK28 para o diagnóstico de LV canina em substituição ao ELISA baseado em lisado total da Leishmania major-like como teste confirmatório pós-teste imunocromatográfico DPP " Leishmania test. Validar, alternativamente, os métodos sorológicos ELISA-rHsp83 e ELISA-rK28 para o diagnóstico de LV canina como teste confirmatório, independentemente do resultado do DPP " Leishmania test. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SATO, CAMILA MASSAE; ARROYO SANCHEZ, MARIA CARMEN; CELESTE, BEATRIZ JULIETA; DUTHIE, MALCOLM S.; GUDERIAN, JEFFREY; REED, STEVEN G.; FELINTO DE BRITO, MARIA EDILEUZA; CAMPOS, MARLIANE BATISTA; DE SOUZA ENCARNACAO, HELIA VALERIA; GUERRA, JORGE; RAMOS DE MESQUITA, TIRZA GABRIELLE; PINHEIRO, SUZANA KANAWATI; RAMASAWMY, RAJENDRANATH; SILVEIRA, FERNANDO TOBIAS; SOUZA, MARINA DE ASSIS; GOTO, HIRO. Use of Recombinant Antigens for Sensitive Serodiagnosis of American Tegumentary Leishmaniasis Caused by Different Leishmania Species. Journal of Clinical Microbiology, v. 55, n. 2, p. 495-503, FEB 2017. Citações Web of Science: 7.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.