Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de modelos de transporte das impurezas para implementá-los no código astra para TCABR

Processo: 16/02230-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 10 de julho de 2016 - 07 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física dos Fluídos, Física de Plasmas e Descargas Elétricas
Pesquisador responsável:Artour Grigorievich Elfimov
Beneficiário:Artour Grigorievich Elfimov
Pesquisador visitante: Dnestrovskiy Alexey
Inst. do pesquisador visitante: National Research Centre Kurchatov Institute (NRCKI), Rússia
Instituição-sede: Instituto de Física (IF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/50773-0 - Núcleo de excelência em física e aplicações de plasmas, AP.TEM
Assunto(s):Física de plasmas  Tokamaks  Intercâmbio de pesquisadores  Cooperação internacional 

Resumo

Um dos problemas fundamentais que afetam o desempenho de confinamento magnético de plasmas termonucleares é o transporte anômalo de energia e partículas. A perda de energia em plasmas confinados em tokamaks é pelo menos uma ordem de grandeza superior à prevista pela teoria de transporte colisional. Uma parte deste problema é radiação da energia por impurezas acumuladas no centro de plasma provocando seu resfriamento por radiação, o que pode estimular uma disrupção da coluna de plasma, além da perda de energia. O principal objetivo deste projeto de pesquisa é elaborar modelos e investigar o transporte das impurezas para melhoramento do confinamento de partículas e energia em tokamaks, procurando identificação os mecanismos físicos mais relevantes através da computação com código ASTRA e comparação dos resultados de experiências realizadas nos tokamak TCABR em comparação com outras maquinas. Está previsto uma integração um código especifico STRAHL (R.Dux IPP Max-Planck, Germany, 10/27/2004) de transporte de impurezas com o código de ASTRA que permite investigar o transporte das impurezas para melhoramento do confinamento de partículas e energia em tokamaks, procurando identificação os mecanismos físicos mais relevantes através da computação com código ASTRA e comparação dos resultados de experiências realizadas nos tokamak TCABR. Mais, o treinamento e aprendizagem de pesquisadores e estudantes de pós-graduação do Laboratório para trabalho com o código de transporte ASTRA. (AU)