Busca avançada
Ano de início
Entree

O que todos precisam saber e como se deve ensinar: a constituição da coleção Bibliotheca Popular de Hygiene

Resumo

Este estudo visa contribuir para a reflexão sobre a produção dos manuais escolares, na medida em que se articula em torno da interrogação: o que é um manual escolar? Examina um gênero textual específico - a coleção de livros -, procurando apreender as características e os modos como se estrutura, bem como as formas pelas quais procura constituir e interpelar um público em especial, o público escolar. Com vistas a analisar os modos como se escolariza um determinado objeto cultural, toma-se como fonte e objeto de investigação a "Bibliotheca Popular de Hygiene: a saúde para todos", coleção composta por 22 títulos de autoria do médico Sebastião Barroso, publicada pela Melhoramentos na década de 1930. Destinada inicialmente a um público amplo, representado como "popular", a coleção de pequenos livros sobre temáticas ligadas à higiene e à saúde se converte em obra didática, incorporando, entre outros elementos, um apêndice de autoria de Lourenço Filho, por intermédio do qual o educador busca orientar o trabalho cotidiano dos professores, com base nos princípios escolanovistas. No exame das questões levantadas, atentou-se para o caráter "popular" de que se investiu a coleção, num primeiro momento, e para os deslocamentos operados com vistas a endereçá-la ao público escolar. Numa outra dimensão, buscou-se rearticular a coleção às figuras do autor e do editor, além de identificar indícios do trabalho de mediação editorial. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)