Busca avançada
Ano de início
Entree

Aglomerados estelares como traçadores da formação e evolução do bojo galáctico e Nuvens de Magalhães: modelamento de dados do Telescópio Espacial Hubble, SOAR, Gemini e Very Large Telescope

Processo: 16/24814-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Brasil
Vigência: 01 de abril de 2017 - 31 de março de 2018
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Astronomia - Astrofísica Estelar
Pesquisador responsável:Beatriz Leonor Silveira Barbuy
Beneficiário:Beatriz Leonor Silveira Barbuy
Pesquisador visitante: Leandro de Oliveira Kerber
Inst. do pesquisador visitante: Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC). Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, Brasil
Instituição-sede: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/18100-4 - Populações estelares na Via Láctea: bojo, halo, disco e regiões de formação de estrelas; instrumentação para espectroscopia de alta resolução, AP.TEM
Assunto(s):Evolução estelar  Espectroscopia 

Resumo

O objetivo é estudar aglomerados globulares no bojo da Galáxia e das Nuvens de Magalhães, esperando obter conclusões importantes sobre a formação do bojo, e das interações entre as Nuvens e a Via Láctea, e sobre a evolução química e dinâmica destas galáxias anãs.Para tal utilizaremos dados do Telescópio Espacial Hubble, com excepcional resolução espacial (~ 0.05 arcsec), dados dos telescópios Gemini e SOAR, e dados de espectrocopia multi-objeto (MOS) do Very Large Telescope do European Southern Observatory (VLT), capaz de produzir espectros simultâneos em altaresolução de amostras de estrelas gigantes.Isso tem permitido a construção de diagramas cor-magnitude (CMDs) e estudos de abundâncias químicas sem precedentes para aglomerados, revolucionando inclusive o conceito destes sistemas físicos por revelarem a presença de mais de uma população estelar em cada objeto. Aplicaremos técnica de modelamento de Diagramas Cor-Magnitude (CMDs) e comparação de modelo eobservação via maximização de likelihood, extraindo assim informações como idade,composição química, distância e avermelhamento para diferentes modelos de evolução estelar. Quanto aos aglomerados das Nuvens de Magalhães, a determinação de parâmetros físicos de forma homogênea de uma amostra de CMDs profundosde 39 objetos populosos observados com o HST e mais de 120 objetos periféricos e de menor massa observados com o SOAR permitirá um abrangente estudo de determinação de gradientes de idade e metalicidade, relação idade-metalicidade e distribuição 3D destes objetos.Visando dar acesso às ferramentas de análise de CMDs e otimização de tempo de CPU, será realizado treinamento de estudantes e potenciais usuários, implementação de plataforma web, bem como adaptação dos códigos para Python e para rodarem em paralelo no supercomputador ICE do Laboratório de Astroinformática do IAG/USP. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BARBUY, B.; MUNIZ, L.; ORTOLANI, S.; ERNANDES, H.; DIAS, B.; SAVIANE, I.; KERBER, L.; BICA, E.; PEREZ-VILLEGAS, A.; ROSSI, L.; HELD, E. V. High-resolution abundance analysis of four red giants in the globular cluster NGC 6558. Astronomy & Astrophysics, v. 619, NOV 21 2018. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.