Busca avançada
Ano de início
Entree

Estado nutricional e fragilidade como preditores de complicações infecciosas e não infecciosas em pacientes transplantados renais

Processo: 16/24745-3
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2017 - 30 de abril de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Ricardo Augusto Monteiro de Barros Almeida
Beneficiário:Ricardo Augusto Monteiro de Barros Almeida
Instituição Sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Pesquisadores associados:Luís Gustavo Modelli de Andrade ; Ricardo de Souza Cavalcante ; Sebastião Pires Ferreira Filho ; Sílvia Justina Papini
Assunto(s):Infectologia  Transplante de rim  Estado nutricional  Controle de infecções  Tolerância ao transplante 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Complicações | estado nutricional | fragilidade | infeccao | transplante de rim | Infectologia

Resumo

Nos dias atuais, o transplante renal (TxR) é a melhor alternativa terapêutica para os pacientes no estágio final da doença renal. Para que o transplante renal seja realizado, são definidos critérios que incluem avaliações médica, cirúrgica e psicossocial do paciente, além da verificação da compatibilidade com o possível doador. Todas essas avaliações são realizadas com o intuito de minimizar possíveis complicações pós-TxR. Outra avaliação que deveria ter mais atenção no período pré e pós-TxR é a nutricional, que possui fundamental importância, visto que o estado nutricional do paciente pode interferir nos desfechos do transplante. Recentemente, uma nova ferramenta tem sido utilizada como possível preditora dos desfechos do TxR, a avaliação da fragilidade. Trata-se de uma medida de reserva fisiológica que tem se relacionado com a ocorrência de função tardia do enxerto, readmissão hospitalar precoce e mortalidade. A associação entre a condição nutricional prévia ao transplante renal e a fragilidade como possíveis preditores de desfechos clínicos infecciosos e não infecciosos após o transplante parecem ser inéditas na literatura. O objetivo do presente estudo será avaliar a fragilidade e o estado nutricional dos pacientes como preditores de desfechos clínicos infecciosos e não infecciosos após o transplante renal. Será desenvolvido na Serviço de Transplante Renal do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP (HC-FMB). A casuística deverá ser composta de pacientes com idade superior a 18 anos, submetidos ao transplante renal entre março de 2017 e março de 2018. Será aplicado o escore de fragilidade, através de autorrelato de cansaço, perda de peso e de atividade física, além do teste de caminhada e da medida da força da preensão palmar. A avaliação do estado nutricional será feita através da composição corporal, pela bioimpedância segmentar, e dos dados antropométricos. Os dados serão coletados em dois momentos, imediatamente antes e três meses após o TxR. A coleta de informações demográficas, sobre antecedentes pessoais e sobre o transplante renal será realizada através do prontuário eletrônico. A fragilidade e avaliação da composição corporal serão relacionadas com os desfechos clínicos infecciosos e não infecciosos no período pós-TxR. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MANTOVANI, MILENA DOS SANTOS; DE CARVALHO, NYARA COELHO; ARCHANGELO, THOMAZ EDUARDO; MODELLI DE ANDRADE, LUIS GUSTAVO; FERREIRA FILHO, SEBASTIAO PIRES; CAVALCANTE, RICARDO DE SOUZA; KAWANO, PAULO ROBERTO; PAPINI, SILVIA JUSTINA; COSTA, NARA ALINE; MONTEIRO DE BARROS ALMEIDA, RICARDO AUGUSTO. Frailty predicts surgical complications after kidney transplantation. A propensity score matched study. PLoS One, v. 15, n. 2, . (16/24745-3)
MANTOVANI, MILENA DOS SANTOS; DE CARVALHO, NYARA COELHO; MINICUCCI, MARCOS FERREIRA; MODELLI DE ANDRADE, LUIS GUSTAVO; CAVALCANTE, RICARDO DE SOUZA; DE ALMEIDA, GABRIEL BERG; COSTA, NARA ALINE; DA SILVA, JULHIANY DE FATIMA; DE BARROS ALMEIDA, RICARDO AUGUSTO MONTEIRO. Transitions in frailty state 12 months after kidney transplantation: a prospective cohort study. JOURNAL OF NEPHROLOGY, v. 35, n. 9, p. 9-pg., . (16/24745-3)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.