Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação em tempo real do calor produzido na atividade metabólica de eritrócitos de pacientes com anemia falciforme em condições de normóxia e anóxia, utilizando um chip- calorímetro de fluxo segmentado

Processo: 17/04613-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 24 de julho de 2017 - 23 de agosto de 2017
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Pedro Luiz Onófrio Volpe
Beneficiário:Pedro Luiz Onófrio Volpe
Pesquisador visitante: Johannes Lerchner
Inst. do pesquisador visitante: Technische Universität Bergakademie Freiberg (TU Bergakademie Freiberg), Alemanha
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Microcalorimetria  Calorimetria  Anemia falciforme  Intercâmbio de pesquisadores 

Resumo

Esta solicitação de auxílio - pesquisador visitante é alvo de um projeto conjunto dos grupos do Prof. Pedro L.O. Volpe (Instituto de Química - Unicamp) e do grupo de pesquisa do Prof. Dr. Fernando Ferreira Costa (Hemocentro - FCM - Unicamp), Dra. Carolina Lanaro, Dra. Dulcinéia Martins de Albuquerque, e o Prof. Dr. Kleber Y. Fertrin (Departamento de Patologia Clínica) com o grupo do Prof. Dr. Johannes Lerchner (Technische Universität Bergakademie - Freiberg - Alemanha) de pesquisa para o desenvolvimento de novos métodos calorimétricos e sua aplicação para a determinação direta de atividades metabólicas em células do sangue em tempo real. Pudemos constatar anteriormente (Proc. FAPESP 14/1781) que eritrócitos de pacientes com células falciformes (SS-RBC) produzem uma taxa de calor cerca de duas vezes maior em comparação com os glóbulos vermelhos de pacientes saudáveis (RBC). Entretanto, não ficou claro até que ponto o próprio processo de falcização contribui para o aumento da produção de calor. Por conseguinte, nova investigação microcalorimétrica sobre células falciformes SS-RBC é proposta para comparar a taxa de produção de calor, isto é, a atividade metabólica da amostra de eritrócitos no estado falcizado e não falcizado. Portanto, pela primeira vez, mudanças na taxa de produção de calor dependente da diminuição ou aumento da oferta de oxigênio poderão ser analisadas em tempo real uma vez que um novo Chip calorímetro construído no grupo de pesquisa do professor Lerchner permite o estabelecimento de tensões bem definidas de oxigênio nas amostras de células sanguíneas. Para isso, uma nova versão do Chip microcalorímetro de fluxo segmentado, construído para submeter os segmentos de amostras do sangue em condições de normoxia e anoxia, será instalado no Instituto de Química da UNICAMP durante o tempo de duração do projeto. A atenção do projeto está voltada principalmente para a o uso da microcalorimetria no estudo da variação da atividade metabólica de células vermelhas de pacientes com anemia falciforme em função da tensão de oxigênio, utilizando o Chip Microcalorímetro no modo de operação de fluxo segmentado (SFT - Segmented Flow Technology). (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.