Busca avançada
Ano de início
Entree

Validação e desenvolvimento de normas de interpretação para o inventário dimensional dos transtornos da personalidade

Processo: 08/06553-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2009
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Fundamentos e Medidas da Psicologia
Pesquisador responsável:Ricardo Primi
Beneficiário:Lucas de Francisco Carvalho
Instituição-sede: Universidade São Francisco (USF). Campus Itatiba. Itatiba , SP, Brasil
Assunto(s):Personalidade   Psicometria

Resumo

A teoria da personalidade de Theodore Millon se caracteriza por ser um modelo integrativo, que considera as manifestações saudável e patológica da personalidade em diversos domínios e na relação com o ambiente. Nesse modelo teórico, os transtornos da personalidade podem ser conceituados como estilos de personalidade que exibem reações consistentemente mal-adaptativas frente o sistema social no qual o indivíduo está inserido. A despeito da importância de se avaliar e diagnosticar os transtornos da personalidade, no Brasil, instrumentos nessa área são escassos. Diante disso, no Laboratório de Avaliação Psicológica e Educacional (LabAPE), foi desenvolvido o Inventário Dimensional dos Transtornos da Personalidade (IDTP), bem como foram coletados dados para verificar as propriedades psicométricas desse instrumento. Contudo, para além da busca das propriedades psicométricas freqüentemente investigadas, validade e fidedignidade, a literatura aponta para a relevância do desenvolvimento de escalas para a interpretação dos escores dos instrumentos. O presente estudo tem como objetivo aplicar procedimentos psicométricos modernos para aprimorar a interpretação das escalas do IDTP, bem como dar seqüência à busca por evidências de validade e fidedignidade desse instrumento. Participarão da pesquisa 400 universitários e 100 pacientes com diagnóstico psiquiátrico. Serão utilizados procedimentos estatísticos baseados na Teoria de Resposta ao Item, para o desenvolvimento de uma escala para interpretação dos escores do IDTP referenciada à norma, ao critério e ao item; análise fatorial exploratória e confirmatória para verificar evidências de validade baseada na estrutura interna; modelagem com equações estruturais para verificar evidências de validade baseadas na relação com variáveis externas; e, o coeficiente de Cronbach para verificar a fidedignidade dos fatores do instrumento.