Busca avançada
Ano de início
Entree

Delineamento, avaliação e experimentação de instrumentos de identificação de determinantes ambientais do sobrepeso e obesidade

Processo: 09/02279-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2009
Vigência (Término): 30 de junho de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição
Pesquisador responsável:Patricia Constante Jaime
Beneficiário:Ana Clara da Fonseca Leitão Duran
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):Nutrição em saúde pública   Validade   Epidemiologia   Obesidade   Geoprocessamento   Fatores de risco

Resumo

Introdução: O aumento da prevalência de sobrepeso e obesidade é atualmente uma importante preocupação em saúde pública, tendo aumentado tanto em países desenvolvidos, como naqueles em desenvolvimento, como o Brasil. Recentemente, há um interesse crescente em como fatores ambientais determinam comportamentos relacionados à obesidade, embora ainda existam poucos estudos sobre determinantes ambientais da obesidade em indivíduos adultos, e de nosso conhecimento, nenhum estudo conduzido em países em desenvolvimento. Neste sentido, propõe-se este estudo de caráter formativo e piloto no município de São Paulo. Objetivos: O presente estudo tem como objetivos: 1) Delinear e analisar a validade e reprodutibilidade de instrumentos para a avaliação dos fatores ambientais do sobrepeso e da obesidade na população adulta do município de São Paulo. 2) Identificar e analisar as influências ambientais e comportamentais (consumo alimentar e atividade física) nas prevalências de sobrepeso e obesidade da população adulta do município de São Paulo em nove distritos do município de São Paulo. Metodologia: Serão incluídos no presente estudo 9 distritos que representem a pluralidade de relações entre as características ambientais e individuais e as prevalências de sobrepeso e obesidade dentre os 96 distritos existentes no município de São Paulo, com o cuidado de serem 3 de baixo nível socioeconômico, 3 de médio nível socioeconômico e 3 de alto nível socioeconômico. Tais relações serão determinadas por uma análise georreferenciada prévia a partir de dados secundários individuais e ambientais na totalidade de distritos. Em princípio serão construídos instrumentos de avaliação ambiental que visem avaliar quantitativa e qualitativamente os determinantes ambientais do sobrepeso e obesidade. Com base nos instrumentos identificados, um questionário de avaliação será construído e testado em 3 dos 9 distritos selecionados quanto a sua reprodutibilidade inter-observadores e validade. Para a experimentação dos instrumentos desenvolvidos e testados, será realizada a coleta de dados nos demais 6 distritos escolhidos, sendo que dados referentes aos 9 distritos serão inseridos na análise. Os dados coletados serão, então, analisados em um modelo multi-nível que explorará as influências do ambiente (indicadores ambientais) e dos comportamentos individuais (consumo alimentar e atividade física) nas prevalências de sobrepeso e obesidade. As variáveis dependentes serão as taxas de prevalência de sobrepeso e obesidade na população adulta com idade trabalhadora por área, baseadas em informações de dados secundários obtidos por meio de entrevistas telefônicas em amostra representativa da população do município de São Paulo. As variáveis independentes serão àquelas referentes aos domínios ambientais e de comportamento individual, sendo agrupadas em dois blocos (fatores ambientais e comportamentos individuais relacionados ao sobrepeso e obesidade).

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.