Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da exposicao precoce ao poluente 1,2-nq sobre a resposta imune inata e adquirida em camundongos: papel dos receptores toll

Processo: 09/54826-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2010
Vigência (Término): 31 de outubro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Geral
Pesquisador responsável:Soraia Katia Pereira Costa
Beneficiário:Karen Tiago dos Santos
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Poluição ambiental   Asma   Interleucinas

Resumo

Na gestação a fumaça do cigarro promove graves efeitos tóxicos e disfunções no aparelho respiratório e tecido hematopoiético da prole. Em contrapartida alguns estudos demonstram uma estreita relação entre a emissão de material particulado liberado ria exaustão do diesel (PED) e o agravamento de doenças em indivíduos, mais: susceptíveis (ex.: crianças). Resultados prévios do grupo mostram que camundongos neonatos expostos a 1,2-naftoquinona (1,2-NQ), ura dos contaminantes das PED, exibem maior susceptibilidade à inflamação alérgica pulmonar na idade adulta. Os mecanismos envolvidos não estão bem esclarecidos, embora sabidamente às crianças possuam menor maturidade imunológica. Acredita-se que a exposição de animais às PED aumenta a expressão gênica dos receptores Toll do tipo 2 e 4 (TLR2 e TLR4) no pulmão destes. Ademais, alguns compostos químicos (ex.: imidazoquinolina, loxoribina) atuam como ligantes dos TLR7 e 8. Diante disto, hipotetizamos que os efeitos deletérios da exposição precoce de camundongos a 1,2-NQ resultam das alterações na expressão gênica e/ou protéica de fatores da resposta imunológica, inata que, conseqüentemente, afetariam a homeastase do sistema imunológico desses animais, levando ao fenômeno do desbalanço da resposta Th1/Th2. Os objetivos deste estudo são: 1) elucidar o envolvimento dos TLR4 e TLR7 na resposta imune inata de camundongos neonatos expostos a 1,2-NQ e o aumento da susceptibilidade destes à inflamação alérgica (adaptativa) na idade adulta, 2) avaliar o efeito da exposição sobre os linfócitos T e B, 3) averiguar o comportamento dos genes inflamatórios e vias de transdução de sinais envolvidas na regulação/diferenciação das células Th, e.g. GATA-3, T-bet e receptores de IL-4 e IL-12. Para isto, serão empregadas camundongos C57BL10/ScCr (mutantes de TLR4) e selvagens bem como estratégias funcionais e bioquímicas comuns em nosso laboratório. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SANTOS, KAREN T.; FLORENZANO, JULIANA; RODRIGUES, LEANDRO; FAVARO, RODOLFO R.; VENTURA, FERNANDA F.; RIBEIRO, MARCELA G.; TEIXEIRA, SIMONE A.; FERREIRA, HELOISA H. A.; BRAIN, SUSAN D.; DAMAZO, AMILCAR S.; ZORN, TELMA M.; CAMARA, NIELS O.; MUSCARA, MARCELO N.; PERON, JEAN PIERRE; COSTA, SORAIA K. Early postnatal, but not late, exposure to chemical ambient pollutant 1,2-naphthoquinone increases susceptibility to pulmonary allergic inflammation at adulthood. ARCHIVES OF TOXICOLOGY, v. 88, n. 8, p. 1589-1605, AUG 2014. Citações Web of Science: 4.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SANTOS, Karen Tiago dos. Efeito da exposição precoce ao poluente 1,2-NQ sobre a resposta imune inata e adquirida de camundongos: papel dos receptores toll.. 2013. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.