Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo de polimorfismos do gene BMP-4 e sua relação com hirsutismo em mulheres com Síndrome dos Ovários Policísticos

Processo: 10/20668-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2011
Vigência (Término): 31 de julho de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Gustavo Arantes Rosa Maciel
Beneficiário:Vera Bain
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Hirsutismo   Síndrome do ovário policístico   Polimorfismo genético   Ginecologia

Resumo

A síndrome dos ovários policísticos (SOP) é um distúrbio endócrino complexo e heterogêneo, caracterizado por hiperandrogenismo e anovulação crônica. Dentre as manifestações clínicas do hiperandrogenismo, o hirsutismo é o mais freqüente (60%), seguido pela acne (15-25%) e alopécia androgenética (5%). As fases de crescimento e regressão do folículo piloso são moduladas por amplo espectro de fatores como fatores genéticos, hormônios gonadais, tireoidianos, adrenais e hipofisários, bem como fatores locais. Pela heterogeneidade da síndrome e pelas diferentes respostas do folículo piloso, o tratamento do hirsutismo pode constituir um desafio clínico de grande importância.Na SOP, casos familiares sugerem que o fator genético exerce papel importante na sua etiologia. Nas últimas décadas, genes candidatos envolvidos na esteroidogênese, via de sinalização da insulina, secreção de gonadotrofinas, mediadores inflamatórios e fatores determinantes da fisiologia do pelo têm sido explorados para identificar possíveis correlações que tenham implicações fisiopatológicas e terapêuticas na SOP, com resultados ainda controversos.O objetivo do trabalho é avaliar a presença de dois polimorfismos do gene BMP-4 (Bone Morphogenetic Portein) em pacientes com SOP e correlacionar as alterações com aspectos clínicos e laboratoriais e com a presença de hirsutismo.