Busca avançada
Ano de início
Entree

Circuitaria e assinatura neuroquímica das projeções entre a habenula lateral, o núcleo rostromedial tegmental e o núcleo dorsal da rafe

Processo: 11/03292-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2011
Vigência (Término): 31 de maio de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Anatomia
Pesquisador responsável:Jackson Cioni Bittencourt
Beneficiário:Chemutai Sego
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Neuroanatomia   Habênula   Estresse fisiológico

Resumo

Eventos aversivos impõem uma ameaça a homeostasia, criando um estado conhecido como stress. O stress patológico pode gerar distúrbios neuropsiquiátricos como a depressão e a ansiedade. O estudo de regiões cerebrais ativas em estados de stress envolve por um lado estruturas telencefálicas com funções integrativas envolvidas na percepção e codificação do stress e, por outro lado, regiões mesencefálicas que modulam os sistemas de saída que elaboram a resposta ao stress. Entre estes sistemas é interposta a habênula lateral (LHb), uma estrutura epitalâmica que recebe principalmente aferências de estruturas de saída do telecéfalo basal e projeta maciçamente para núcleos monoaminérgicos e colinérgicos do mesencéfalo e tegmento mesopomtino. A LHb é destacada por ser seletivamente ativada por estímulos aversivos e sinais preditivos de erros negativos, e por apresentar alterações de sua atividade basal em estados de stress fisiológico e patológico. Este núcleo predominantemente glutamatérgico exerce uma profunda inibição sobre neurônios dopaminérgicos do mesencefálo através de uma estrutura relé GABAérgica recentemente descrita no tegmento mesopontino, denominada núcleo rostromedial tegmental (RMTg). Interessantemente, a LHb também exerce uma potente inibição sobre neurônios serotonérgicos do núcleo dorsal da rafe (DR) e existem evidências que esse efeito seja também mediada pelo RMTg. Porém, pouco se sabe sobre os tipos de neurotransmissores e receptores envolvidas nas projeções da LHb para o RMTg e principalmente do RMTg para o DR. Postulando que o RMTg seja uma importante estrutura relé entre a LHb e o DR, pretendemos examinar no presente projeto em detalhe, através de métodos de rastreamento neural, combinados com métodos de imunohistoquímica e hibridização in situ, a circuitaria e neuroquímica das projeções entre a LHb, o RMTg e o DR. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SEGO, CHEMUTAI; GONCALVES, LUCIANO; LIMA, LEANDRO; FURIGO, ISADORA C.; DONATO, JR., JOSE; METZGER, MARTIN. Lateral Habenula and the Rostromedial Tegmental Nucleus Innervate Neurochemically Distinct Subdivisions of the Dorsal Raphe Nucleus in the Rat. JOURNAL OF COMPARATIVE NEUROLOGY, v. 522, n. 7, p. 1454-1484, MAY 1 2014. Citações Web of Science: 48.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SEGO, Chemutai. Circuitaria e assinatura neuroquímica das projeções entre a habenula lateral, o núcleo tegmental rostromedial e o núcleo dorsal da rafe.. 2013. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.