Busca avançada
Ano de início
Entree

Correlação do índice de dor crônica de Helsinki com a avaliação cinética e goniométrica em cães portadores de displasia coxofemoral submetidos à cirurgia articular para alívio da dor

Processo: 11/20619-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Stelio Pacca Loureiro Luna
Beneficiário:Lídia Mitsuko Matsubara
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:10/08967-0 - Avaliação da dor clínica e experimental em animais, AP.TEM
Assunto(s):Displasia coxo femural animal   Cães

Resumo

A dor crônica se refere à dor presente por um longo período de tempo, além daquele comumente vivenciado quando tecidos somáticos ou viscerais são lesados. As doenças articulares degenerativas são alterações caracterizadas por serem crônicas e dolorosas. Diversas escalas foram desenvolvidas para a avaliação da dor aguda em cães, equinos e mais recentemente em gatos e questionários que avaliam a qualidade de vida foram desenvolvidos para avaliar a dor crônica em cães. Objetiva-se com este estudo validar o Índice de Dor Crônica de Helsinki em Português, além de estabelecer uma correlação entre a plataforma de baropodometria em cães portadores de displasia coxofemoral, já que esses pacientes podem não ser adequadamente tratados pela ausência de um método comprovadamente eficaz para quantificar e identificar a dor crônica nessa espécie. O questionário foi traduzido do Finlandês para o Português por dois tradutores fluentes nas duas línguas e essas duas versões foram revisadas, comparadas e transformadas em uma única versão que foi traduzida novamente do Português para o Finlandês. A confiabilidade será avaliada pelo teste-reteste, a consistência interna pelo Coeficiente Alfa de Cronbach, a sensibilidade do questionário será avaliada por dois grupos de animais tratados com carprofeno (n=16), na dose de 4 mg/kg, uma vez ao dia, durante 30 dias ou placebo (n=16). O questionário será preenchido pelos proprietários dos 32 animais com dor crônica que neste estudo serão aqueles portadores de displasia coxofemoral e por 16 proprietários de cães saudáveis. Quatro semanas antes do início das avaliações (semana -4) todos os proprietários serão orientados a não administrarem nenhum medicamento como antiinflamatórios, corticoides ou condroprotetores. O avaliador não terá conhecimento da distribuição dos animais nos grupos. As radiografias serão realizadas, os animais serão filmados, conduzidos na plataforma de pressão para a análise objetiva da locomoção e o questionário será respondido pelos proprietários cinco vezes: duas vezes no momento basal (-2, 0 semana), duas vezes durante tratamento (2 e 4 semanas) e uma vez após 2 semanas do término do tratamento (6 semanas). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Pesquisadores criam escalas para avaliação da dor em bovinos, equinos e suínos 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.