Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do desenvolvimento de mudas de eucalipto submetidas à irrigação com percolado de aterro sanitário tratado eletroquimicamente

Processo: 12/20282-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2012
Vigência (Término): 30 de novembro de 2013
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Peterson Bueno de Moraes
Beneficiário:Raíssa Olívia Barbacena
Instituição-sede: Faculdade de Tecnologia (FT). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Limeira , SP, Brasil
Assunto(s):Tratamento de águas residuárias   Eucalyptus grandis

Resumo

O percolado de aterro sanitário, também chamado de chorume, é conhecido por suas propriedades tóxicas e altamente poluidoras. Desta forma, buscam-se formas de tratamento eficientes e destinos cada vez mais adequados para este tipo de efluente, que sejam capazes de reduzir o impacto de sua natureza tóxica. Um dos tratamentos possíveis, é o tratamento eletrolítico usando eletrodos óxidos, o qual geralmente reduz a cor, carga orgânica e toxicidade do efluente tratado e não gera lodo. Entretanto, sob condições específicas, tais como presença de cloretos ou eletroxidação incompleta, pode ocorrer uma toxicidade residual. Portanto, é de fundamental importância o monitoramento da toxicidade, como ferramenta para otimização do tratamento e de verificação de adequação ambiental. É notório que o chorume também é rico em macronutrientes (entre eles o nitrogênio, o fósforo e o potássio) e pode conter também micronutrientes (como boro e zinco), ambos essenciais para o crescimento e desenvolvimento de plantas e espécies florestais, tais como o eucalipto, por exemplo. O eucalipto é utilizado na obtenção de madeira, papel e celulose, óleos essenciais e para a obtenção de energia através da queima. Portanto, propõe-se o tratamento eletrolítico do chorume a fim de minimizar sua toxicidade antes de sua aplicação na irrigação de mudas de eucalipto. A biodegradabilidade do chorume no solo será determinada através de ensaios utilizando-se respirometria de Bartha. Ensaios de lixiviação de íons serão realizados, com análises de pH, condutividade, amônia e nitratos. Será também realizada a quantificação de fungos e bactérias heterotróficas no solo, assim como ensaios de fitotoxicidade a partir do plantio de eucalipto irrigado com o chorume.