Busca avançada
Ano de início
Entree

Indicadores para a gestão de resíduos sólidos modelados por lógica fuzzy

Processo: 12/24610-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2013
Vigência (Término): 02 de março de 2015
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Saneamento Básico
Pesquisador responsável:José Arnaldo Frutuoso Roveda
Beneficiário:Nathalia Silva de Souza Lima
Instituição-sede: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus Experimental de Sorocaba. Sorocaba , SP, Brasil
Assunto(s):Gerenciamento de resíduos   Resíduos sólidos   Modelagem ambiental   Lógica fuzzy

Resumo

A gestão de resíduos sólidos tornou-se uma tarefa desafiadora para as autoridades municipais por várias razões, dentre as quais se destacam a quantidade de resíduos que vem aumentando, juntamente com a população urbana, a composição diversificada dos resíduos, a escassez de áreas adequadas para aterrá-los e o aumento da consciência dos riscos ambientais associados aos locais de gerenciamento de resíduos.Assim, a definição de políticas públicas exige a utilização de ferramentas de avaliação que agreguem e quantifiquem informações de maneira explícita. Neste contexto, a adoção de indicadores e índices tem sido um importante instrumento para difundir informação, já que traduzem a complexidade da gestão integrada de resíduos sólidos das cidades em termos de compreensão mais simples, geralmente expressos em um único número. Dessa forma, este projeto propõe o estudo e revisão da metodologia para desenvolvimento do Índice de Gestão de Resíduos proposto por Ferraz (2008). Uma nova metodologia é proposta, baseada na teoria dos conjuntos fuzzy, que incorporam, de modo natural, variáveis linguísticas ao sistema, facilitando a avaliação das variáveis. O índice considera dados oriundos de quatro diferentes dimensões, a saber: Estratégia, Coleta e Transporte, Triagem e Tratamento e Destinação Final buscando fornecer uma avaliação integrada da gestão de resíduos de cada município.