Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise Comportamental e Processamento em Tempo Real da Relação entre Prosódia e Compreensão de Frases em Crianças com Distúrbios da Comunicação

Processo: 12/24837-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2013
Vigência (Término): 31 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Cláudia Regina Furquim de Andrade
Beneficiário:Talita Maria Fortunato-Tavares
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Linguagem infantil   Distúrbios da fala

Resumo

Fundamentação Científica: As variações da estrutura prosódica influenciam a interpretação de frases sintaticamente ambíguas, entretanto, a interface prosódia-sintaxe tem sido descrita principalmente para a língua inglesa e somente em indivíduos com desenvolvimento típico de linguagem. A literatura indica que diversas populações com distúrbios da comunicação apresentam déficits na compreensão de frases e, até o momento, esses déficits têm sido atribuídos apenas à sintaxe. Outro ponto importante é que a relação entre prosódia e sintaxe tem sido investigada somente por meio da análise comportamental tradicional. O uso de metodologias de pesquisa de processamento em tempo real (análise não somente da resposta comportamental final do participante, mas, também, do processo que levou o participante àquela decisão) tem sido um recente e importante foco de estudo nos mais renomados centros de pesquisa internacionais. Com o avanço da Fonoaudiologia como ciência, cresce também a necessidade de estudos que avaliem este processamento. Medidas de tempo de reação são técnicas utilizadas para avaliar o processamento em tempo real (por meio da velocidade de processamento) que se apresentam em grande evolução e crescimento internacionalmente. Objetivo: Comparar, experimentalmente, por meio de medidas comportamentais e de processamento em tempo real (tempo de reação), a capacidade de crianças com distúrbios da comunicação em utilizar informações prosódicas para compreender frases com ambiguidade sintática. Hipóteses: Para a análise comportamental serão testadas e comparadas duas hipóteses: Hipótese do Limite Informativo e Hipótese do Limite Absoluto. Para a análise de processamento em tempo real será testada a Hipótese da Lentificação no Processamento. Método: Participantes: Serão estudadas 120 crianças divididas em dois grupos principais (crianças com distúrbios de comunicação (GDC) e crianças com desenvolvimento típico de linguagem (GDT). O grupo de pesquisa GDC será dividido em seis subgrupos de 15 crianças cada: distúrbio específico de linguagem; gagueira; distúrbio fonológico; transtorno do processamento auditivo; prótese auditiva, e implante coclear. O GDT será composto por 30 crianças pareadas por idade (± 3 meses), QI, gênero, e condição socioeconômica ao grupo GDC. Equipamentos: As frases alvo serão gravadas utilizando o software Praat e apresentadas aos participantes por meio de caixas acústicas de alta resolução. Os estímulos visuais serão criados utilizando o software Adobe Illustrator CS6. O experimento será programado por meio do software E-Prime e será utilizado um controle manual para a coleta de dados. Um computador tipo notebook será utilizado para apresentação dos estímulos e coleta de dados de precisão e tempo de reação. Procedimento: Durante uma tarefa de compreensão de frases, os participantes ouvirão uma série de frases sintaticamente ambíguas com diferentes características prosódicas. Serão oferecidas duas interpretações possíveis da frase (duas figuras). Os participantes deverão escolher uma das duas interpretações pressionando o respectivo botão. Análise de Dados: Para a análise comportamental serão considerados os números de respostas corretas de acordo com cada hipótese a ser testada. Para a análise de processamento em tempo real serão considerados os tempos de reação (em ms) para cada resposta. Teste Binomial, Kolmogorov-Smirnov, ANOVA ou Friedman ANOVA serão utilizados nas análises inferenciais.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FORTUNATO-TAVARES, TALITA; SCHWARTZ, RICHARD G.; MARTON, KLARA; DE ANDRADE, CLAUDIA F.; HOUSTON, DEREK. Prosodic Boundary Effects on Syntactic Disambiguation in Children With Cochlear Implants. JOURNAL OF SPEECH LANGUAGE AND HEARING RESEARCH, v. 61, n. 5, p. 1188-1202, MAY 2018. Citações Web of Science: 0.
FORTUNATO-TAVARES, TALITA; HOWELL, PETER; SCHWARTZ, RICHARD G.; FURQUIM DE ANDRADE, CLAUDIA R. Children who stutter exchange linguistic accuracy for processing speed in sentence comprehension. APPLIED PSYCHOLINGUISTICS, v. 38, n. 2, p. 263-287, MAR 2017. Citações Web of Science: 2.
FORTUNATO-TAVARES, TALITA; ANDRADE, CLAUDIA R. F.; BEFI-LOPES, DEBORA; LIMONGI, SUELLY O.; FERNANDES, FERNANDA D. M.; SCHWARTZ, RICHARD G. Syntactic comprehension and working memory in children with specific language impairment, autism or Down syndrome. CLINICAL LINGUISTICS & PHONETICS, v. 29, n. 7, p. 499-522, JUL 2015. Citações Web of Science: 8.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.