Busca avançada
Ano de início
Entree

Sequenciamento do transcriptoma do Schistosoma mansoni em diferentes estágios de desenvolvimento tratados com TNF-alfa humano

Processo: 13/21628-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de novembro de 2013
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Katia Cristina Pereira Oliveira Santos
Beneficiário:Iran Augusto Neves da Silva
Instituição-sede: Instituto Adolfo Lutz (IAL). Coordenadoria de Controle de Doenças (CCD). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/50115-6 - Estudo das vias de transdução de sinal em Schistosoma mansoni e sua relevância na interação parasita-hospedeiro (schisto-sig), AP.JP
Assunto(s):Fator de necrose tumoral alfa   Análise de sequência de RNA   Transcriptoma   Schistosoma mansoni

Resumo

Schistosoma mansoni é o maior causador da esquistossomose, um importante problema de saúde pública, pois é uma doença parasitária de ocorrência mundial com mais de 200 milhões de afetados em 76 países incluindo o Brasil. O estudo das vias de sinalização tem grande relevância no entendimento da relação parasita-hospedeiro, entender os mecanismos moleculares chaves para esta relação parasita-hospedeiro é essencial para o desenvolvimento de estratégias para o combate da doença.Já é descrito na literatura que o TNF- ± humano exerce algum efeito sobre o metabolismo, a ovoposição e desenvolvimento do parasita. Recentemente foi identificado o possível receptor de TNF- ± no S. mansoni, seu maior nível de expressão ser no estágio de cercaria, e até o momento não foi encontrado nenhum ligante endógeno o que sugere que o TNF-± humano liberado no processo inflamatório possa exercer um efeito importante no desenvolvimento do parasita. Além disso, foram identificados os genes codificadores das possíveis moléculas responsáveis pelos eventos de sinalização, e, já foi observado que o TNF-± humano altera o perfil de expressão gênica de esquistossômulos recém-transformados e de vermes adultos. Resultados preliminares revelaram que a citocina humana altera o nível de atividade mitótica de vermes adultos machos e fêmeas de forma dose-dependente, entretanto isto deve ser melhor investigado.Assim, este projeto tem como objetivo avaliar o efeito do TNF-± humano sobre a taxa de atividade mitótica de machos, fêmeas e esquistossômulos de S. mansoni em diversas fases de desenvolvimento e avaliar o efeito da citocina sobre todo o transcriptoma do parasita nos mesmo estágios pela abordagem de RNA-seq. É muito interessante e oportuno avançar um pouco mais no conhecimento de como o parasita se utiliza de uma citocina pró-inflamatória no momento da penetração em seu hospedeiro definitivo para controlar seu desenvolvimento e reprodução. Os resultados obtidos com este projeto ampliarão a perspectiva e o entendimento deste cross-talk molecular que possivelmente entre o parasita e o homem mediado pela sinalização da via de TNF-±.