Busca avançada
Ano de início
Entree

Nicolau de Autrécourt: um ceticismo independente de intervenção divina e uma teoria do conhecimento

Processo: 14/19581-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2014
Vigência (Término): 31 de outubro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - História da Filosofia
Pesquisador responsável:José Carlos Estêvão
Beneficiário:Gabriela Navarro Chagas Soares
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Ceticismo   Teoria do conhecimento   Causalidade

Resumo

Nicolau de Autrécourt, em correspondência com Bernardo de Arezzo (boa parte de sua obra remanescente), apresentou posições que ficaram conhecidas por suas argumentações claramente inclinadas a um pensamento cético. Mais do que isso, o pensamento cético de Nicolau apresentava a distinção de decorrer somente de reflexões lógicas e racionais, em contraste com o argumento cético da intervenção divina na natureza discutido à época. Apesar disso, toda a obra de Nicolau preservada até hoje demonstra uma evidente preocupação em buscar e estabelecer verdades sólidas que garantiriam a confiabilidade e permitiriam delinear os princípios do conhecimento humano. É possível conciliar um ceticismo logicamente fundado e independente da hipótese de intervenção divina, com uma cuidadosa teoria do conhecimento?