Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do emprego de amido resistente decorrente do processo de extrusão no controle glicêmico de cães diabéticos

Processo: 14/02749-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2015
Vigência (Término): 31 de março de 2016
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Márcio Antonio Brunetto
Beneficiário:Fabio Alves Teixeira
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Amilopectina   Amilose   Diabetes mellitus   Glicemia   Controle de doenças   Cães

Resumo

O Diabetes Mellitus (DM) é uma desordem crônica que resulta em hiperglicemia como consequência da deficiência de insulina, que altera o metabolismo de carboidratos e gorduras com maior liberação de cetoácidos para o plasma, podendo gerar o quadro de cetoacidose diabética, o qual pode levar a morte. A administração de insulina e o manejo alimentar que minimize a onda pós-prandial de glicose constituem a base do tratamento. O objetivo da terapia é o controle glicêmico, que pode ser monitorado através de curvas glicêmicas e dosagens de proteínas séricas glicosiladas. Sabe-se que a quantidade, a fonte e o processamento do amido da dieta podem determinar a curva glicêmica em cães. Diferenças entre fontes de amido simples e complexo sob o controle glicêmico já foram observadas em cães saudáveis e diabéticos. Já os efeitos benéficos do amido resistente decorrente do processo de extrusão sob a glicemia até o momento só foram avaliados em cães saudáveis. Este estudo objetiva avaliar os efeitos do amido resistente decorrente do processo de extrusão sob o controle glicêmico de cães com DM naturalmente adquirido. Serão empregados 10 cães acometidos por DM, machos ou fêmeas, de faixas etárias variadas, sem outras afecções concomitantes, selecionados na rotina do HOVET/FMVZ/USP. Os animais serão alimentados com uma dieta controle (formulada com fontes de amido complexo, indicada para cães diabéticos) e com uma dieta teste (maior quantidade de amido resistente decorrente do processo de extrusão e menor índice de gelatinização), durante oito semanas cada dieta. O delineamento será do tipo duplo cego e a ordem de distribuição de cada dieta será sorteada. Serão avaliados parâmetros clínicos, exames bioquímicos e curva glicêmica de 48 horas por um sistema de mensuração contínua de glicemia instalado no animal no início e fim do período de avaliação das dietas controle e teste. Testes estatísticos paramétricos e não paramétricos serão empregados para a comparação dos resultados. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TEIXEIRA, FABIO A.; MACHADO, DANIELA P.; JEREMIAS, JULIANA T.; QUEIROZ, MARIANA R.; PONTIERI, CRISTIANA F. F.; BRUNETTO, MARCIO A. Effects of pea with barley and less-processed maize on glycaemic control in diabetic dogs. BRITISH JOURNAL OF NUTRITION, v. 120, n. 7, p. 777-786, OCT 14 2018. Citações Web of Science: 1.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
TEIXEIRA, Fabio Alves. Efeitos do emprego de amido resistente decorrente do processo de extrusão no controle glicêmico de cães diabéticos. 2016. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.