Busca avançada
Ano de início
Entree

Controle endócrino e molecular envolvidos na diferenciação gonadal de zebrafish (Danio rerio)

Processo: 14/16280-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2015
Vigência (Término): 30 de junho de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Comparada
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Rafael Henrique Nóbrega
Beneficiário:Aldo Tovo Neto
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):17/09218-0 - Efeitos da insuficiência do hormônio tireoidiano induzida pelo metilmazol em zebrafish (Danio rerio), BE.EP.DR
Assunto(s):Determinação do sexo animal   Expressão gênica   Hormônios tireóideos   Peixe-zebra   Danio rerio   Hidrocortisona

Resumo

Os vertebrados gonocorísticos possuem dois mecanismos gerais de determinação sexual: a genética (DSG), quando o sexo do animal é determinado a nível cromossômico; e a ambiental (DSA), quando variáveis ambientais passam a interferir no processo de diferenciação. No caso da ambiental, a temperatura é relacionada como fator principal no processo de diferenciação gonadal nos peixes, e tais espécies recebem a denominação de espécies sensíveis à temperatura (EST). Quando a temperatura da água aumenta e sai da temperatura de conforto do animal, gera-se uma situação de estresse para o organismo aquático e consequentemente aumenta-se o nível de cortisol. Dessa forma, acredita-se o que o aumento do nível de cortisol possa estar envolvido com a masculinização de larvas de EST, pois a enzima (Hsd11b2) que metaboliza o cortisol pode convertê-lo em cortisona ou andrógenos, dependendo da via metabólica. Neste contexto, o projeto visa elucidar o possível envolvimento do cortisol na masculinização induzida por temperatura em zebrafish (Danio rerio), assim como o papel dos hormônios tireoidianos (T3 e T4) na diferenciação gonadal desta espécie. Para tanto, análises hormonais e de expressão gênica serão realizadas, assim como a proporção sexual por morfologia será determinada. As informações geradas podem esclarecer o mecanismo fisiológico que modula o processo de diferenciação gonadal em zebrafish, assim como gerar biotecnologias para uso na masculinização de espécies aquícolas, quando o macho possui maior valor econômico, ou ainda, quando o cultivo de populações monossexo é mais viável. Do ponto de vista ambiental, fornecerá novas informações para o entendimento do impacto fisiológico nos organismos aquáticos decorrente do aumento gradual da temperatura da água (aquecimento global). (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TOVO-NETO, ALDO; MARTINEZ, EMANUEL R. M.; MELO, ALINE G.; DORETTO, LUCAS B.; BUTZGE, ARNO J.; RODRIGUES, MAIRA S.; NAKAJIMA, RAFAEL T.; HABIBI, HAMID R.; NOBREGA, RAFAEL H. Cortisol Directly Stimulates Spermatogonial Differentiation, Meiosis, and Spermiogenesis in Zebrafish (Danio rerio) Testicular Explants. BIOMOLECULES, v. 10, n. 3 MAR 2020. Citações Web of Science: 0.
FALLAH, HAMIDEH P.; TOVO-NETO, ALDO; YEUNG, EDWARD C.; NOBREGA, RAFAEL H.; HABIBI, HAMID R. Paracrine/autocrine control of spermatogenesis by gonadotropin-inhibitory hormone. Molecular and Cellular Endocrinology, v. 492, JUL 15 2019. Citações Web of Science: 1.
TOVO-NETO, ALDO; RODRIGUES, MAIRA DA SILVA; HABIBI, HAMID R.; NOBREGA, RAFAEL HENRIQUE. Thyroid hormone actions on male reproductive system of teleost fish. General and Comparative Endocrinology, v. 265, n. SI, p. 230-236, SEP 1 2018. Citações Web of Science: 7.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
NETO, Aldo Tovo. Controle endócrino e molecular envolvidos na espermatogênese de zebrafish (Danio rerio) : efeitos dos hormônios corticoides e tireoidianos. 2018. 94 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.