Busca avançada
Ano de início
Entree

Comprimento telomérico no sistema nervoso central de um modelo de Doença de Alzheimer tratado com lítio

Processo: 14/14211-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de abril de 2015
Vigência (Término): 31 de março de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Orestes Vicente Forlenza
Beneficiário:Giancarlo de Mattos Cardillo
Instituição-sede: Instituto de Psiquiatria Doutor Antonio Carlos Pacheco e Silva (IPq). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Telômero   Sistema nervoso central   Doença de Alzheimer   Lítio   Reação em cadeia por polimerase (PCR)

Resumo

Telômeros são repetições de DNA não-codificante presentes nas extremidades dos cromossomos que se encurtam a cada divisão celular. O comprimento telomérico é considerado um marcador biológico de idade, e seu encurtamento é evidenciado em diversas patologias relacionadas ao envelhecimento. Na Doença de Alzheimer (DA), têm sido associados com diversas vias fisiopatológicas, como a neuroinflamação e o stress oxidativo, porém seus mecanismos ainda são pouco conhecidos. A maioria dos estudos sobre os telômeros na DA avaliaram seu comprimento em leucócitos, pouco se estudou sobre o efeito da doença no Sistema Nervoso Central (SNC). O lítio tem sido sugerido como um possível tratamento para a DA. Ele é um importante estabilizador de humor, com efeitos neuroprotetores amplamente evidenciados, mas pouco se sabe sobre seu efeito na manutenção do comprimento telomérico. Este estudo pretende avaliar o comprimento dos telômeros em quatro regiões do SNC (córtex frontal, córtex parietal, hipocampo e epitélio olfatório) de camundongos transgênicos modelo de DA tratados cronicamente com diferentes doses de lítio e compará-los com o de camundongos controle igualmente tratados. O comprimento telomérico dos DNAs extraído destes tecidos será quantificado por PCR em tempo real. Esperamos com isso contribuir para o entendimento de como diferentes regiões do SNC são afetadas pela DA e respondem ao tratamento com lítio. (AU)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE OLIVEIRA, ALEXANDRA MARTINI; RADANOVIC, MARCIA; HOMEM DE MELLO, PATRICIA COTTING; BUCHAIN, PATRICIA CARDOSO; VIZZOTTO, ADRIANA DIAS; HARDER, JANAINA; STELLA, FLORINDO; PIERSOL, CATHERINE VERRIER; GITLIN, LAURA N.; FORLENZA, ORESTES VICENTE. An intervention to reduce neuropsychiatric symptoms and caregiver burden in dementia: Preliminary results from a randomized trial of the tailored activity program-outpatient version. INTERNATIONAL JOURNAL OF GERIATRIC PSYCHIATRY, v. 34, n. 9, SI, p. 1301-1307, SEP 2019. Citações Web of Science: 1.
VACAS, SARA M.; STELLA, FLORINDO; LOUREIRO, JULIA C.; DO COUTO, FREDERICO SIMOES; OLIVEIRA-MAIA, ALBINO J.; FORLENZA, ORESTES V. Noninvasive brain stimulation for behavioural and psychological symptoms of dementia: A systematic review and meta-analysis. INTERNATIONAL JOURNAL OF GERIATRIC PSYCHIATRY, v. 34, n. 9, SI, p. 1336-1344, SEP 2019. Citações Web of Science: 0.
MÁRCIA RADANOVIC; CARLOS A. OSHIRO; THIAGO Q. FREITAS; LEDA L. TALIB; ORESTES V. FORLENZA. Correlation between CSF biomarkers of Alzheimer’s disease and global cognition in a psychogeriatric clinic cohort. Revista Brasileira de Psiquiatria, n. ahead, p. -, 2019.
CARDILLO, GIANCARLO DE MATTOS; RODRIGUES DE-PAULA, VANESSA DE JESUS; IKENAGA, ELIZA HIROMI; COSTA, LUCIANA RODRIGUES; CATANOZI, SERGIO; SCHAEFFER, EVELIN LISETE; GATTAZ, WAGNER FARID; KERR, DANIEL SHIKANAI; FORLENZA, ORESTES VICENTE. Chronic Lithium Treatment Increases Telomere Length in Parietal Cortex and Hippocampus of Triple-Transgenic Alzheimer's Disease Mice. JOURNAL OF ALZHEIMER'S DISEASE, v. 63, n. 1, p. 93-101, 2018. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.