Busca avançada
Ano de início
Entree

A ajuda externa e a formulação da estratégia internacional dos Estados Unidos a partir do 11 de setembro de 2001

Processo: 15/07928-4
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2015
Vigência (Término): 30 de junho de 2016
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Política Internacional
Pesquisador responsável:Luis Fernando Ayerbe
Beneficiário:Luiza Rodrigues Mateo
Supervisor no Exterior: Eusebio Mujal-León
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Marília. Marília , SP, Brasil
Local de pesquisa : Georgetown University, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:13/21413-1 - A ajuda externa e a formulação da estratégia internacional dos Estados Unidos a partir do 11 de setembro de 2001, BP.DR
Assunto(s):Política externa   Segurança nacional   Estados Unidos

Resumo

A ajuda externa sempre foi um recurso importante para a política externa dos Estados Unidos. Após os acontecimentos de 9 de setembro de 2001, documentos e discursos oficiais enfatizaram o nexo segurança-desenvolvimento, levando a uma reconfiguração do sistema de ajuda externa e ao aumento do volume de dólares destinados a programas de ajuda externa. O objetivo desta pesquisa é entender os principais objetivos estratégicos e os canais de operação da política de ajuda externa norte-americana que, principalmente através do Departamento de Estado e da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional, presta assistência econômica e de segurança, socorro a desastres e ajuda humanitária, reconstrução pós-conflito, entre outros. A agenda para ajuda externa é complexa e fragmentada, desde a formulação de diretrizes até a negociação para financiamento no Congresso e a implementação dos projetos de ajuda no exterior. Trabalhando com fontes primárias, a pesquisa visa analisar a organização institucional e distribuição orçamental dos principais projetos de ajuda externa no século XXI, a fim de compreender o histórico da ajuda externa e sua importância para a estratégia internacional dos Estados Unidos. (AU)