Busca avançada
Ano de início
Entree

Associação entre polimorfismo nos genes PSCK9, INSIG2 e FTO com o desenvolvimento de síndrome metabólica em pacientes com obesidade grave

Processo: 15/20513-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2016
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição
Pesquisador responsável:Carla Barbosa Nonino
Beneficiário:Raquel Gouveia de Azevedo
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Polimorfismo genético   Obesidade   Síndrome metabólica

Resumo

Introdução: Síndrome metabólica (SM) é um termo utilizado para caracterizar fatores de risco que aumentam diretamente o risco de diabetes mellitus tipo 2, doenças cardiovasculares, obesidade e mortalidade. Existem diferentes definições ou critérios diagnósticos. A prevalência mundial da SM varia de 10% a 84%, conforme região, ambiente urbano ou rural, população estudada e a definição utilizada para diagnóstico. Fatores ambientais associados aos fatores genéticos estão envolvidos no desenvolvimento da SM. Vários polimorfismos de nucleotídeo único (SNPs) estão associados a fatores de risco que predispõem à síndrome metabólica, entretanto ainda não estão bem estabelecidos os genes envolvidos nesse processo. O polimorfismo E670G do gene PCSK9 possui importante papel no metabolismo de colesterol, modulando o número de receptores de lipoproteína de baixa densidade (LDLR), elevando os níveis circulantes de LDL-colesterol. O polimorfismo rs75666605 no gene INSIG2 também apresenta função estabelecida no metabolismo de colesterol e glicose. Ainda, o polimorfismo rs9939609 do gene FTO está diretamente relacionado a um maior acúmulo de gordura corporal. Objetivo: Analisar a associação entre os polimorfismos E670G no gene PCSK9, polimorfismo rs75666605 do gene INSIG2 e polimorfismo rs9939609 do gene FTO com o desenvolvimento de síndrome metabólica em pacientes com obesidade grave. Casuística e Metodologia: Serão selecionadas 150 indivíduos de população miscigenada, entre 18 e 60 anos, com obesidade grau II ou III candidatas à cirurgia bariátrica, os quais serão selecionados no Ambulatório de Cirurgia Bariátrica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (HCFMRP-USP). Trata-se de um estudo de caráter transversal, no qual todos os pacientes serão submetidas à avaliação nutricional (peso, estatura, índice de massa corporal e circunferência abdominal), aferição da pressão arterial, questionário de hábitos de vida, antecedentes pessoais e história familiar de doenças crônicas. Ainda, será coletado material biológico (sangue periférico) para análise genética (por Reação em Cadeia da Polimerase em tempo real) e bioquímica (glicemia de jejum e lipidograma). Para análise estatística serão realizados teste Kolmogorovi-Smirnov, teste t e Fisher ou qui-quadrado (p<0,05).

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
NICOLETTI, CAROLINA F.; AZEVEDO, RAQUEL G.; PINHEL, MARCELA A. S.; DELFINO, HEITOR B. P.; NONINO, CARLA B. INSIG2 gene polymorphism is associated with higher blood pressure and triglyceride levels in Brazilian obese subjects. NUTRICION HOSPITALARIA, v. 36, n. 3, p. 604-610, MAY-JUN 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.