Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do uso de prebiótico (frutooligossacarídeo) sobre toxinas urêmicas em pacientes com doença renal crônica

Processo: 16/19724-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2017
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição
Pesquisador responsável:Lilian Cuppari
Beneficiário:Christiane Ishikawa Ramos
Supervisor no Exterior: Katrina Louise Campbell
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Bond University, Austrália  
Vinculado à bolsa:14/20725-2 - Efeito do uso de prebiótico (frutooligossacarídeo) sobre toxinas urêmicas em pacientes com doença renal crônica, BP.DR
Assunto(s):Insuficiência renal crônica   Microbioma gastrointestinal   Prebióticos

Resumo

Recentemente, a microbiota intestinal representa um novo alvo terapêutico na doença renal crônica (DRC), em virtude do crescente reconhecimento do seu papel sobre os distúrbios metabólicos associados à doença. O estado de disbiose intestinal, que notadamente ocorre nestes pacientes, contribui para o acúmulo de toxinas urêmicas produzidas a partir da fermentação dos compostos nitrogenados em detrimento dos carboidratos não digeríveis. Derivados destes compostos, as formas circulantes p-cresil sulfato e indoxil sulfato destacam-se pela sua associação com o estado inflamatório, a progressão da doença, a disfunção cardiovascular e o risco de morte na DRC. Além da restrição proteica, já estabelecida como terapia adjuvante ao tratamento clínico convencional, outras abordagens dietéticas como o uso de prebióticos, probióticos e simbióticos podem representar formas de intervenção promissoras, por agirem na modulação da microbiota intestinal. Apesar de ainda incipientes, alguns estudos com pacientes na fase dialítica da DRC mostraram que estas intervenções promovem redução nos níveis séricos e p-cresil sulfato ou indoxil sulfato em curto prazo. Em comparação com os probióticos, os prebióticos apresentam como vantagem a estimulação da microbiota própria do indivíduo, além de serem naturalmente encontradas nos alimentos e, dentro do contexto da DRC na fase não dialítica, tem sido pouco explorado. Desta forma, o projeto de doutorado desenvolvido pela candidata no Brasil tem como objetivo primário avaliar o efeito do uso de um prebiótico (frutooligossacarídeo - FOS) sobre níveis séricos e urinários de p-cresil sulfato e indoxil sulfato em pacientes portadores de DRC na fase não dialítica. O impacto dessa intervenção sobre marcadores séricos da permeabilidade intestinal sobre a endotoxemia e sobre a resposta inflamatória constitui os objetivos secundários. Trata-se de um ensaio clínico, duplo cego, randomizado e controlado, conduzido por 12 semanas. Cinquenta pacientes não diabéticos com DRC nos estádios 4 e 5 foram aleatoriamente alocados para o grupo prebiótico (FOS) ou placebo (maltodextrina). Todos os pacientes já foram randomizados e a coleta de dados tem término previsto para novembro de 2016. Um estudo semelhante, porém que avalia o impacto do uso de simbióticos na DRC (SINERGY - SYNbiotics Easing Renal failure by improving Gut microbiologY)) vem sendo desenvolvido pelo grupo de pesquisa Australiano, coordenado pela professora Dra Katrina Campbell. Este grupo é reconhecido internacionalmente pela experiência e qualidade dos projetos desenvolvidos nesta área. Portanto, o objetivo do estágio em pesquisa no exterior é expandir o conhecimento e contribuir com a qualificação da candidata na área de pesquisa, por meio da troca de experiências com uma pesquisadora renomada na área de nutrição e doença renal crônica. O estágio possibilitará o estreitamento das relações entre os grupos de pesquisa, de forma a contribuir com o desenvolvimento de colaborações futuras. Durante o estágio, a candidata realizará análise dos resultados da sua tese e submeterá pelo menos um artigo científico à publicação. A candidata também irá contribuir com a análise e/ou elaboração de artigos científicos referentes aos projetos desenvolvidos pelo grupo australiano, acompanhará e auxiliará na coleta de dados do SINERGY II, com destaque aos procedimentos metodológicos de análise microbioma (sequenciamento de DNA, cultura, e "genômica" relacionados medidas). (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.