Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência de glutaminase 2 na interação entre tumores e macrófagos e no processo de metástase

Processo: 16/23301-4
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de julho de 2017
Vigência (Término): 24 de junho de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Metabolismo e Bioenergética
Pesquisador responsável:Sandra Martha Gomes Dias
Beneficiário:Ana Carolina Paschoalini Mafra
Supervisor no Exterior: George A. Calin
Instituição-sede: Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Texas MD Anderson Cancer Center (MD Anderson), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:16/06625-0 - Entendimento do papel da glutaminase 2 para a progressão tumoral, BP.DD
Assunto(s):Metástase   Neoplasias mamárias

Resumo

Nosso principal objetivo é compreender o papel da GLS2 na progressão do câncer de mama. Para tal, queremos responder às seguintes perguntas: macrófagos M1 e M2 influenciam na metástase in vitro de células que expressam GLS2? GLS2 tem sido frequentemente associada a efeitos anti-tumorigênicos, principalmente em hepatocarcinoma e gliomas. Encontramos uma ligação entre a expressão de GLS2 e pior sobrevida de pacientes com câncer de mama. Além disso, os tecidos com maior expressão de GLS2 apresentaram vias alteradas relacionadas ao remodelamento do citoesqueleto e a transição epitelial-mesenquimal, tradicionalmente ligada ao processo de metástase. Investigar a ligação entre GLS2 e macrófagos M1 e M2 em um ensaio de invasão in vitro poderia ajudar a responder se a expressão de GLS2 tem uma ligação direta a um pior prognóstico no câncer de mama. Além disso, se a expressão de GLS2 está diretamente ligada ao aumento da infiltração de macrófagos M2 (e diminuição de M1) em tumores xenográficos. A importância do microambiente tumoral na progressão do câncer é bem estabelecida. O estudo da influência da expressão de GLS2 sobre o recrutamento e / ou a diferenciação de macrófagos in vivo será de grande importância para se compreender se esta enzima pode ter um efeito direto sobre a progressão do tumor in vivo.