Busca avançada
Ano de início
Entree

Gravitação renormalizável e quebra de Lorentz com campos de spin-2

Processo: 16/11137-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2017
Vigência (Término): 30 de abril de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física das Partículas Elementares e Campos
Pesquisador responsável:Denis Dalmazi
Beneficiário:Luiz Henrique de Campos Borges
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEG). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Guaratinguetá. Guaratinguetá , SP, Brasil
Assunto(s):Teoria quântica de campos   Gravitação quântica   Gravitação massiva   Violação da simetria de Lorentz   Spin

Resumo

O objetivo deste projeto de pós-doutorado é investigar a viabilidade de uma teoria de gravitação potencialmente renormalizável em D = 2 + 1 dimensões e a possibilidade de quebra da simetria de Lorentz no mundo real em D = 3 + 1 dimensões .Com relação ao primeiro tema, vamos sugerir um novo modelo de gravitação quântica num espaço-tempo tridimensional (D = 2 + 1), uma especie de gravitação topologicamente massiva de ordem superior em derivadas, com o intuito de gerar uma teoria de spin-2 autointeragente que seja renormalizável. Um ingrediente essencial dessa teoria é o vnculo unimodular det g = 1 que acaba estendendo uma simetria de Weyl que aparece só na versão linearizada do modelo para toda a teoria e contribuirá para a sua renormalizabilidade. Como o modelo possui derivadas de ordem superior e livre de fantasmas (a nível de árvore), acreditamos que possa gerar uma teoria gravitacional renormalizável e unitária que, mesmo em D = 2 + 1, ainda não existe na literatura. Na segunda parte do projeto trabalharemos no mundo real em D = 3 + 1 dimensões e investigaremos o efeito de termos que quebram a simetria de Lorentz na propagação de partículas de spin-2. Além do termo sugerido por Jackiw e Pi do tipo Chern-Simons gravitacional, incluiremos o termo de Cotton e termos em curvatura ao quadrado, estes últimos sendo pares sob paridade. A influência de tais termos na teoria da gravitação usual (Einstein-Hilbert) ja foi estudada na literatura. Neste projeto, para que conclusões independentes de modelo possam ser obtidas, estudaremos a única alternativa viável a Einstein-Hilbert para a descrição de partículas de spin-2 sem massa, ou seja, a teoria conhecida como WTDIFF que é a versão linearizada da gravitação unimodular. Diferentes aspectos serão analisados incluindo propriedades analíticas do propagador e a interação entre fontes. Estudos desse tipo podem ter relevância tanto teórica quanto experimental nas buscas por sinais de violações de Lorentz em baixas energias. (AU)

Publicações científicas (5)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BORGES, L. H. C.; BARONE, F. A. Field Sources in a CPT-Even Lorentz-Violation Maxwell Electrodynamics. Brazilian Journal of Physics, v. 49, n. 4, p. 571-582, AUG 2019. Citações Web of Science: 0.
BORGES, L. H. C.; BARONE, F. A.; DE MELO, C. A. M.; BARONE, F. E. Higher order derivative operators as quantum corrections. Nuclear Physics B, v. 944, JUL 2019. Citações Web of Science: 0.
BORGES, L. H. C.; DALMAZI, D. Unimodular gravity theory with external sources in a Lorentz-symmetry breaking scenario. Physical Review D, v. 99, n. 2 JAN 29 2019. Citações Web of Science: 2.
BORGES, L. H. C.; BARONE, F. A.; FERRARI, A. F. The point-charge self-energy in a nonminimal Lorentz-violating Maxwell electrodynamics. EPL, v. 122, n. 3 MAY 2018. Citações Web of Science: 1.
BORGES, L. H. C.; BARONE, F. A. A perfectly conducting surface in electrodynamics with Lorentz symmetry breaking. EUROPEAN PHYSICAL JOURNAL C, v. 77, n. 10 OCT 20 2017. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.