Busca avançada
Ano de início
Entree

Modelos filogenéticos mistos e interação parasita-hospedeiro: implicações da filogenia do hospedeiro na aptidão das espécies interagentes

Processo: 17/11774-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 28 de outubro de 2017
Vigência (Término): 27 de abril de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Rodrigo Cogni
Beneficiário:Camila Souza Beraldo
Supervisor no Exterior: Ben Longdon
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Exeter, Penryn, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:16/09934-4 - Influência da história evolutiva do hospedeiro na aptidão do parasita e do hospedeiro: um estudo de caso de drosofilídeos e vírus a de Drosophila, BP.MS
Assunto(s):Evolução animal

Resumo

Coevolução é o processo evolutivo que gera mudanças fenotíficas nas espécies que interagem. Apesar do extenso trabalho que tem sido feito sobre coevolução nos últimos anos, nós ainda não temos trabalhos que mostram evidências convincentes de coevolução. Estudos teóricos têm argumentado que a correlação fenotípica entre as espécies interagentes não é suficiente para demonstrar coevolução. Esses estudos apontam para a necessidade de investigar os mecanismos que geram a seleção recíproca. Alguns estudos investigando os mecanismos responsáveis pelo processo coevolutivo têm sido feitos usando drosofilídeos e vírus como organismos modelo. No meu projeto de mestrado, nós temos como objetivo verificar a influência da filogenia do hospedeiro na aptidão do DAV (Drosophila A virus) e nos hospedeiros infectados com DAV. Modelos filogenéticos mistos são a melhor estratégia para analisar dados ao longo de filogenias porque eles permitem a inclusão de efeitos filogenéticos aleatórios na análise, sendo a correlação dos efeitos filogenéticos entre duas espécies de hospedeiro inversamente proporcional ao tempo de divergência. Além disso, os resultados obtidos de métodos comparativos filogenéticos são mais robustos e confiáveis do que os obtidos por outros modelos evolutivos. Nesse contexto, o presente projeto propõe a implementação de modelos filogenéticos mistos na análise dos dados de DAV-drosofilídeos. Além disso, nós iremos implementar essa abordagem para integrar os dados coletados pelo Dr. Ben Longdon sobre resistência a quatro outros vírus (Drosophila C virus and three sigma viruses) aos nossos próprios dados sobre DAV, gerando uma ótima oportunidade para entender como a resistência a diferentes patógenos está correlacionada. Essas suas abordagens melhorarão minha pesquisa de mestrado e avançarão o entendimento sobre mecanismos coevolutivos. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ANDRÉ C. PIMENTEL; CAMILA S. BERALDO; RODRIGO COGNI. Host-shift as the cause of emerging infectious diseases: Experimental approaches using Drosophila-virus interactions. GENETICS AND MOLECULAR BIOLOGY, v. 44, n. 1, p. -, 2021.
PIMENTEL, ANDRE C.; BERALDO, CAMILA S.; COGNI, RODRIGO. Host-shift as the cause of emerging infectious diseases: Experimental approaches using Drosophila-virus interactions. GENETICS AND MOLECULAR BIOLOGY, v. 44, n. 1, 1 2021. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.