Busca avançada
Ano de início
Entree

Sistemas multifuncionalizados empregando nanopartículas de quitosana ancoradas com metotrexato e incorporadas em micropartículas baseadas em amido resistente/pectina para liberação cólon-específica do 5-fluorouracil para o tratamento do câncer colorretal

Processo: 16/01464-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2017
Vigência (Término): 31 de julho de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Farmacotecnia
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Maria Palmira Daflon Gremião
Beneficiário:Aline Martins dos Santos
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):17/25846-0 - Avaliação do potencial para liberação cólon-específica de nanopartículas de 5-fluorouracil e nanopartículas de 5-fluorouracil incorporadas em micropartículas de amido resistente/pectina, usando um modelo de biodistribuição in vivo por imagem óptica, BE.EP.DR
Assunto(s):Metotrexato   Neoplasias colorretais   Nanotecnologia

Resumo

O tratamento do câncer colorretal é realizado através da administração de elevadas doses de antineoplásicos devido à sua falta de especificidade, conduzindo a severos efeitos colaterais. Dentre esses fármacos, o 5-fluorouracil (5-FLU) é um dos mais eficazes e, embora sofra metabolização pré-sistêmica, sua eficácia pode ser aumentada através da combinação com o metotrexato (MTX), que devido sua semelhança estrutural com o ácido fólico, favorece a internalização nas células tumorais. O aumento do tempo de residência do fármaco no tecido tumoral pode ser alcançado utilizando-se nanopartículas, que devido ao seu reduzido tamanho, favorecem a penetração do sistema através dos vasos tumorais e da camada de muco. A utilização da quitosana para o desenvolvimento de nanopartículas merece destaque, devido às suas importantes propriedades mucoadesivas. As nanopartículas podem ser incorporadas em micropartículas baseadas em polissacarídeos naturais e com biodegradabilidade dependente de enzimas colônicas, como amido resistente e pectina, a fim de se alcançar sua liberação cólon-específica e promover a ação local do 5-FLU, minimizando os efeitos colaterais. Nesse sentido, o desenvolvimento de nanopartículas de quitosana funcionalizadas com MTX e incorporadas em micropartículas de amido resistente/pectina para administração oral constitui uma potencial estratégia para a liberação colônica do 5-FLU, conduzindo ao aumento da atividade antitumoral e otimização do tratamento do câncer colorretal. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DOS SANTOS, ALINE MARTINS; MENEGUIN, ANDREIA BAGLIOTTI; FONSECA-SANTOS, BRUNO; CHAVES DE SOUZA, MAURICIO PALMEIRA; BARBOZA FERREIRA, LEONARDO MIZIARA; SABIO, RAFAEL MIGUEL; CHORILLI, MARLUS; DAFLON GREMIAO, MARIA PALMIRA. The role of stabilizers and mechanical processes on physico-chemical and anti-inflammatory properties of methotrexate nanosuspensions. JOURNAL OF DRUG DELIVERY SCIENCE AND TECHNOLOGY, v. 57, JUN 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.