Busca avançada
Ano de início
Entree

Contribuição da interação entre a caveolina-1 e a enzima GTP-ciclohidrolase I ao longo da gênese do melanoma

Processo: 17/13352-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2017
Vigência (Término): 31 de agosto de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Citologia e Biologia Celular
Pesquisador responsável:Fabiana Henriques Machado de Melo
Beneficiário:Heloísa Gabriel Tersariol
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP). Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Melanoma   Espécies de oxigênio reativas   Óxido nítrico sintase   Caveolina 1   Oncologia

Resumo

O câncer é, atualmente, uma das principais causas de morte no mundo, sendo que no Brasil, o câncer de pele corresponde a 25% dos diagnósticos dessa desordem. O melanoma, apesar de não ser muito frequente, é um dos tipos mais letais (75% das mortes em casos de neoplasias cutâneas). Diversos mecanismos são apontados para explicar o desarranjo genético e as múltiplas alterações celulares estruturais e comportamentais, que resultam na malignidade da célula, entre eles o aumento de espécies reativas de oxigênio. Neste trabalho, será abordado o aumento das espécies reativas de oxigênio, provocado pelo desacoplamento da enzima sintase de óxido nítrico, devido à baixa quantidade de tetrahidrobiopterina, cofator desta enzima. Esta molécula é produzida pela via de salvamento e pela via de novo, sendo que nessa última, a enzima limitante é a GTP Ciclohidrolase-I. A literatura mostra que a interação dessa enzima com a proteína caveolina-1, em células endoteliais, diminui a atividade da GTP ciclohidrolase-I e, por consequência, a produção de tetrahidrobiopterina. Este trabalho investiga a existência dessa possível interação ao longo do desenvolvimento do melanoma e procura ampliar o entendimento científico sobre os mecanismos fisiopatológicos da gênese do melanoma. (AU)