Busca avançada
Ano de início
Entree

Dietas com diferentes relações n-6/n-3 e sua influência sobre o sistema imunológico de galinhas poedeiras

Processo: 17/16158-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2017
Vigência (Término): 31 de outubro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Valquíria Cação Cruz-Polycarpo
Beneficiário:Barbara Ribeiro Polidoro
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Tecnológicas. Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Dracena. Dracena , SP, Brasil
Assunto(s):Aves   Galinhas poedeiras   Avicultura   Ácidos graxos insaturados   Lipídeos   Dieta animal   Imunomodulação   Imunologia

Resumo

Com o acréscimo de ácidos graxos linoleico (n-6) e ±-linolênico (n-3) nas dietas de poedeiras, há um aumento desses compostos no produto final e também uma melhoria na qualidade dos mesmos. No entanto, é preciso ter cautela para não desbalancear a relação n-6/n-3 da dieta, pois o alto enriquecimento da dieta em ômega-3, com o intuito de suplementar os ovos, pode influenciar ou até prejudicar a saúde das galinhas. Diante do exposto, uma das áreas da pesquisa que mais tem atraído a atenção dos técnicos em avicultura ultimamente é a imunomodulação através da nutrição. Assim, será conduzido um estudo no setor de Avicultura da FCAT - UNESP - Campus de Dracena, com o objetivo de avaliar diferentes relações n-6/n-3 sobre a imunologia celular e os parâmetros bioquímicos e metabólicos de galinhas poedeiras às 80 semanas de idade. Para tanto, serão utilizadas 224 poedeiras da linhagem Hysex White, distribuídas em um delineamento inteiramente casualizado e divididas em sete tratamentos com oito repetições de quatro aves por gaiola. Os tratamentos experimentais consistirão em sete diferentes relações de ácidos graxos n-6/n-3: 1,0; 2,0; 4,0; 8,0; 16,0; 32,0; 64,0. Para a formulação dessas dietas serão utilizados o óleo de girassol, rico em ômega-6 e o óleo de linhaça rico em ômega-3. Serão obtidos dados de parâmetros hematológicos: hematócrito, hemoglobina e índices de Wintrobe, número de eritrócitos, contagem total e diferencial das células de defesa, e parâmetros bioquímicos e do metabolismo: proteína total, albumina, globulina sérica, índice A:G, glicemia e eletrólitos (cloreto). Os resultados serão submetidos à análise estatística pelo software SAS (2012) a 5% de probabilidade. O efeito dos tratamentos será desdobrado em análise de regressão por meio de polinômios ortogonais ajustados para os níveis exponenciais das relações ômega 6/3. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.