Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos sensibilizadores e mecanismos de ação do [10]-gingerol em combinação com a doxorrubicina para o tratamento de câncer de mama: estudos in vitro e in vivo

Processo: 16/23202-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2018
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Citologia e Biologia Celular
Pesquisador responsável:Márcia Regina Cominetti
Beneficiário:Ana Carolina Baptista Moreno Martin
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Morte celular   Metástase   Doxorrubicina   Neoplasias mamárias

Resumo

O câncer de mama é o que mais afeta as mulheres no Brasil e no mundo. Entre os tipos de câncer de mama, o triplo negativo (TN), que não expressa receptores hormonais, não possui uma terapia alvo e poucos tratamentos estão disponíveis para estes pacientes. Ainda, a maior causa de morte no câncer ocorre devido à formação de metástases resistentes à terapia. O câncer de mama TN possui uma maior propensão à formação de metástases pulmonares e cerebrais. Buscas por novos medicamentos para o tratamento dos tumores TN que apresentem menores efeitos colaterais, sejam mais eficazes e causem menor resistência são fundamentais para o tratamento dessa doença. Produtos naturais são fontes ricas em moléculas com atividades antitumorais e antimetastáticas. Dentre estas moléculas estão os gingerois. Sabe-se também que os produtos naturais possuem efeitos potencializadores da radioterapia e quimioterapia, resultando em melhor eficácia no tratamento e menores efeitos colaterais. Resultados prévios do nosso grupo de pesquisa demostraram que, dentre os gingerois mais frequentes no gengibre ([6], [8]-, e [10]-gingerol), o [10]-gingerol é a molécula que apresenta maior atividade antiproliferativa em células tumorais de mama humano, com menores efeitos sobre a proliferação de células normais, fibroblastos humanos, indicando a ação seletiva desta molécula. Em estudo in vivo, verificamos que o [10]-gingerol possui atividade antitumoral reduzindo o tamanho de tumores primários, e atividade antimetastática, reduzindo a formação de metástases nos pulmões, ossos e cérebro. Dessa forma, o objetivo desse projeto é estudar a combinação sinérgica do [10]-gingerol com a doxorrubicina (DOXO), um quiomioterápico padrão utilizado na clínica, e verificar sua atividade capacidade quimiosensibilizadora, antitumoral e antimetastática, e os possíveis mecanismos de ação envolvidos neste processo, utilizando modelos murinos de metástase espontânea.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FUZER, ANGELINA M.; MARTIN, ANA C. B. M.; BECCENERI, AMANDA B.; DA SILVA, JAMES A.; VIEIRA, PAULO C.; COMINETTI, MARCIA R. [10]-Gingerol Affects Multiple Metastatic Processes and Induces Apoptosis in MDA-MB-231 Breast Tumor Cells. ANTI-CANCER AGENTS IN MEDICINAL CHEMISTRY, v. 19, n. 5, p. 645-654, 2019. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.