Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação imediata e a longo prazo da interface adesiva após biomodificação da dentina com solução de quitosana e aplicação de diferentes sistemas adesivos

Processo: 17/21855-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2017
Vigência (Término): 30 de novembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Aline Evangelista de Souza Gabriel
Beneficiário:Vitória Leite Paschoini
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Dentina   Quitosana   Adesivos dentinários   Dentística   Resistência de união (odontologia)

Resumo

A biomodificação do colágeno dentinário com biopolímeros tem sido proposta como estratégia de preservação da camada hibrida. Este estudo terá por objetivo avaliar in vitro a resistência de união da interface adesiva e caracterizá-la química e morfologicamente, após tratamento da dentina com solução de quitosana e aplicação de diferentes sistemas adesivos, em períodos imediato e a longo prazo. A amostra será composta de 80 terceiros molares hígidos, que serão divididos em 2 grupos de acordo com o tratamento da dentina: sem biomodificação (controle) e com biomodificação com solução de quitosana 2,5%, e subdivididos em 2 de acordo com sistemas adesivo: condicionamento ácido total de dois passos (Adper Single Bond, 3M) e autocondicionante de dois passos (Clear Fil SE Bond, Kuraray). A superfície dental será restaurada com resina composta (Filtek Z250, 3M) e metade dos dentes de cada subgrupo serão submetidos ao envelhecimento da interface (6 meses de armazenamento em água + degradação enzimática) e a outra metade será destinada às análises imediatas (24 h) (n =10). Os dentes serão seccionados em palitos (área transversal de 1,0 ± 0,2 mm²) e submetidos às seguintes análises: 1) resistência adesiva da interface por meio de teste de microtração (MPa), 2) grau de conversão do material adesivo (%) por meio de FTIR; 3) composição química (%) da interface adesiva por EDS e 4) morfologia da interface adesiva em MEV. A seleção dos testes estatísticos será baseada nas características do conjunto de dados de cada variável, como aderência a curva normal e homocedasticidade. As inferências estatísticas serão feitas considerando-se o nível de significância de 5%. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PASCHOINI, VITORIA LEITE; ZIOTTI, ISABELLA RODRIGUES; NERI, CLAUDIO ROBERTO; MILORI CORONA, SILMARA APARECIDA; SOUZA-GABRIEL, ALINE EVANGELISTA. Chitosan improves the durability of resin-dentin interface with etch-and-rinse or self-etch adhesive systems. Journal of Applied Oral Science, v. 29, . (17/21855-5)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.