Busca avançada
Ano de início
Entree

Associação do estado nutricional com função muscular, capacidade funcional e qualidade de vida em pacientes em hemodiálise crônica

Processo: 17/13187-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2017
Vigência (Término): 30 de setembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Análise Nutricional de População
Pesquisador responsável:Barbara Perez Vogt
Beneficiário:João Marcos Soares Reis
Instituição-sede: Faculdade de Ciências da Saúde (FCSA). Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE). Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Desnutrição   Estado nutricional   Capacidade funcional   Insuficiência renal crônica   Qualidade de vida

Resumo

Indivíduos com doença renal crônica (DRC) geralmente desenvolvem quadro de desnutrição energético-proteica e com o início da terapia dialítica apresentam diminuição na capacidade funcional, que resulta em queda da qualidade de vida, potencializando o sedentarismo, agravando o quadro de perda de massa e função muscular, inflamação crônica sistêmica e doença cardiovascular, que por sua vez agravam mais quadro de desnutrição energético-proteica. Esse trabalho tem como objetivo avaliar a associação do estado nutricional com a função muscular, capacidade funcional e qualidade de vida de pacientes em hemodiálise. Metodologia: Estudo transversal em que serão incluídos indivíduos com diagnóstico de DRC que realizam hemodiálise no Hospital Regional de Presidente Prudente, há pelo menos três meses, com idade maior ou igual 18 anos. Não participarão indivíduos com sequelas motoras de AVE, amputações, portadores de doenças catabólicas. Os participantes serão submetidos à avaliação única do estado nutricional, qualidade de vida e capacidade funcional. Os participantes serão caracterizados quanto a dados demográficos, clínicos e laboratoriais. Para avaliação do estado nutricional, será utilizado o Malnutrition Inflammation Score (MIS). Para avaliar a função muscular será realizada a força de preensão manual e capacidade funcional será avaliada pelo Short Physical Performance Battery. A qualidade de vida será avaliada pelo Questionário de Qualidade de Vida SF-36. Para avaliação do nível de atividade física do indivíduo, será utilizado o Questionário Internacional de Atividade Física (IPAQ), adaptada para a cultura brasileira que irá classificá-los em muito ativos, ativos, irregularmente ativos e sedentários. Dados serão expressos em média ± desvio padrão ou mediana e primeiro e terceiro quartis, e porcentagem no caso de frequências. Para verificar a relação do estado nutricional com variáveis contínuas será utilizada correlação de Pearson ou Spearman. A amostra será dividida em três grupos, de acordo com tercis de MIS para comparação dos parâmetros de função muscular, qualidade de vida e nível de atividade física. Para determinar a extensão será empregada análise de regressão múltipla na qual o estado nutricional está associado com os parâmetros de função muscular, capacidade funcional e qualidade de vida tendo ajustes para sexo e idade e outras variáveis. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CANEDO SILVA, MARYANNE ZILLI; ANTONIO, KARINA JESUS; SOARES REIS, JOAO MARCOS; ALVES, LETICIA SALMAZZO; TEIXEIRA CARAMORI, JACQUELINE COSTA; VOGT, BARBARA PEREZ. Age, diabetes mellitus, and dialysis modality are associated with risk of poor muscle strength and physical function in hemodialysis and peritoneal dialysis patients. KIDNEY RESEARCH AND CLINICAL PRACTICE, v. 40, n. 2, p. 294-303, JUN 2021. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.