Busca avançada
Ano de início
Entree

Associação de agenciamento de autocuidados com sintomas e qualidade de vida em pacientes com fibromialgia: estudo transversal

Processo: 17/19669-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2018
Vigência (Término): 31 de março de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Amélia Pasqual Marques
Beneficiário:Leticia Assis Couto
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Reumatologia   Fibromialgia   Sinais e sintomas   Autocuidado   Dor   Capacidade funcional   Qualidade de vida   Mulheres

Resumo

A fibromialgia consiste em uma síndrome crônica reumatológica que interfere na capacidade funcional do indivíduo. O autocuidado pode interferir na fibromialgia, uma vez que está relacionado ao ato de investir-se de poder, levando o indivíduo a ter domínio sobre sua própria vida e, consequentemente, ele também intervém na maneira como este indivíduo conduz seu corpo e sua mente no espaço, de modo a interferir na qualidade de vida. O objetivo da pesquisa é avaliar os sintomas da fibromialgia e verificar a associação das variáveis dor, severidade dos sintomas e qualidade de vida com o autocuidado do paciente. Participarão do estudo 40 mulheres fibromialgicas que preencham os critérios diagnósticos do Colégio Americano de Reumatologia (ACR) de 2010, com idade entre 19 e 59 anos e com ensino fundamental completo. O autocuidado será avaliado com a Escala de Avaliação de Agenciamento de Autocuidados Revisada, a dor com a Escala Visual Analógica de Dor e o Índice de Dor Generalizada (IDG), a severidade dos sintomas com a Escala de Severidade dos Sintomas (SS) e a qualidade de vida com o Questionário de Impacto da Fibromialgia (QIF). O nível de significância utilizado será um ± d0.05. (AU)