Busca avançada
Ano de início
Entree

O papel do receptor CD14 na regulação metabólica de macrófagos estimulados com o veneno do escorpião Tityus serrulatus

Processo: 18/10929-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2018
Vigência (Término): 31 de março de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Lúcia Helena Faccioli
Beneficiário:Luana Henrique de Macedo
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/07125-6 - Novos aspectos funcionais dos eicosanóides, AP.TEM
Assunto(s):Metabolômica   Inflamação   Macrófagos

Resumo

O veneno do escorpião Tityus serrulatus (TsV) é constituído por diversos compostos, os quais interagem com células do sistema imune inato e desencadeiam cascatas de sinalização que culminam no processo inflamatório. O envenenamento induz alterações em diversos órgãos, desregula canais iônicos e pode levar o paciente a óbito. Estudos recentes do nosso grupo descreveram que os macrófagos são uma das principais células da imunidade inata que reconhecem o TsV. Esse reconhecimento é feito por diversos receptores de reconhecimento de padrões moleculares, destacando-se o receptor CD14 presente na superfície dessas células, o qual quando ativado induz a produção de mediadores pró-inflamatórios. Recentemente foi observado que CD14 está associado a regulação metabólica de forma geral, visto que animais deficientes para essa molécula não se tornam obesos, e não desenvolvem resistência à insulina ou complicações cardíacas associadas à obesidade. Porém os mecanismos moleculares pelos quais o CD14 coordena a atividade metabólica de células do sistema imune ainda não foram elucidados. Desta forma propomos investigar o papel do CD14 no metabolismo de macrófagos derivados de medula óssea e macrófagos peritoneais de camundongos C57BL/6 e CD14-/- após estimulo com TsV ou LPS. Nós avaliaremos as alterações metabólicas resultantes dos dois estímulos, as quais também serão comparadas entre macrófagos diferenciados da medula óssea ou residentes na cavidade peritoneal. Para tal finalidade, utilizaremos a tecnologia de espectrometria de massas de alta resolução acoplada a cromatografia líquida, instrumentação de estado-da-arte no campo da metabolômica e biologia de sistemas. Os dados serão analisados por meio de programas de biologia computacional especificamente delineados para análises estatísticas e análises funcionais. Este projeto apresenta grande potencial para desvendar vias metabólicas e mecanismos moleculares induzidos pelo TsV, como estes processos são regulados pelo receptor CD14, assim como para o delineamento de novas estratégias terapêuticas no envenenamento por TsV e doenças/condições relacionadas.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.