Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do componente C3 do sistema complemento murino na carga bacteriana durante a infecção aguda por leptospiras patogênicas e não patogênicas in vivo

Processo: 18/14916-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2018
Vigência (Término): 30 de setembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunoquímica
Pesquisador responsável:Lourdes Isaac
Beneficiário:Natália Rossi Gonçalves
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Zoonoses   Leptospirose   Leptospira   Sistema do complemento   Imuno-histoquímica   In vivo

Resumo

A leptospirose é uma das zoonoses mais relevantes no cenário mundial, sendo considerada uma doença negligenciada que afeta principalmente países em desenvolvimento em regiões tropicais. É normalmente transmitida pela urina contaminada de roedores e afeta aproximadamente um milhão de indivíduos anualmente. A infecção aguda pode ocasionar sintomas como insuficiência renal, hemorragia pulmonar e icterícia, tendo uma mortalidade que varia de 5 a 15%. O Sistema Complemento participa tanto da imunidade inata quanto adquirida e contribui para a eliminação de bactérias patogênicas do organismo, incluindo leptospiras, porém a contribuição do componente C3 do Sistema Complemento para o controle desta infecção ainda é pouco estudada. Empregando um modelo murino com camundongos selvagens e deficientes de C3 desejamos determinar a carga de leptospiras no sangue e em outros órgãos e tecidos após diversos períodos da infecção com Leptospira interrogans sorovar Kennewick tipo Pomona Fromm e com Leptospira biflexa sorovar Patoc. Uma vez tendo extraído o DNA genômico dessas amostras, a presença de leptospiras será determinada por qPCR, após amplificação do gene 16SrRNA. Os resultados obtidos serão analisados estatisticamente em conjunto com dados de experimentos anteriores já realizados no laboratório, mas ainda não publicados.