Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento e caracterização de matrizes de policaprolactona e membranas de látex natural modificadas por radiação gama carreadas com escopolamina para tratamento da Sialorréia

Processo: 19/01650-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 13 de maio de 2019
Vigência (Término): 12 de setembro de 2019
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Biomédica - Bioengenharia
Pesquisador responsável:Rondinelli Donizetti Herculano
Beneficiário:Beatriz Tiemi Morise
Supervisor no Exterior: Lisbeth Grondahl
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Queensland, Brisbane (UQ), Austrália  
Vinculado à bolsa:17/22686-2 - Desenvolvimento e caracterização físico, química e biológica das membranas de látex carreadas com escopolamina para tratamento da Sialorréia, BP.IC
Assunto(s):Sistemas de liberação de medicamentos   Biomateriais

Resumo

A Sialorréia é um distúrbio capaz de promover aumento na produção de saliva e que geralmente ocorre junto a graves distúrbios neurológicos. Esse distúrbio pode ser tratado através da administração de escopolamina, um agente anticolinérgico amplamente utilizado no tratamento de enjoos e náuseas. A melhor rota de administração de escopolamina é via transdérmica, uma vez que esta via minimiza a ocorrência de efeitos colaterais. A matriz de um sistema de liberação sustentada transdérmico pode ser feita de vários materiais, tais como o Látex Natural e a Policaprolactona (PCL). O Látex Natural tem apresentados bons resultados em aplicações biomédicas devido à suas propriedades como biocompatibilidade e capacidade de induzir a angiogênese. A PCL é um polímero sintético biocompatível que pode ser utilizado como veículo em sistemas de liberação sustentada de fármacos. Embora esses polímeros apresentem boa performance na liberação de fármacos, é interessante o estudo de técnicas que possam otimizar a adsorção e liberação do fármaco. A incidência da radiação gama (³) em polímeros é capaz de promover modificação de superfícies, permitindo a enxertia de monômeros. Nesse estudo, matrizes de PCL serão produzidas e carreadas com escopolamina para fins de comparação com os resultados obtidos anteriormente com membranas de látex. Além disso, matrizes de PCL e membranas de látex serão modificadas utilizando radiação ³ para indução da copolimerização por enxerto de Ácido Acrílico (AAc), com intuito de otimizar a adsorção e liberação de escopolamina. Nesse estudo as amostras produzidas serão submetidas a testes de liberação do fármaco e serão caracterizadas por espectroscopia de infravermelho por transformada de Fourier (FTIR), medição do ângulo de contato e microscopia eletrônica de varredura (MEV).