Busca avançada
Ano de início
Entree

Expressão e purificação do complexo GspC-GspD do sistema de secreção tipo II de Leptospira interrogans Copenhgeni

Processo: 19/18356-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de setembro de 2019
Vigência (Término): 30 de junho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Química de Macromoléculas
Pesquisador responsável:Cristiane Rodrigues Guzzo Carvalho
Beneficiário:Natalia Fernanda Bueno
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:19/00195-2 - Compreensão das redes de sinalização c-di-GMP e do Sistema de Secreção Tipo II presentes no patógeno humano Leptospira interrogans Copenhageni, AP.R
Assunto(s):Leptospirose   Leptospira interrogans   Sistemas de secreção tipo II   Secretina   Cristalografia

Resumo

No ciclo de vida bacteriano as proteínas extracelulares possuem diversos roles como: captação de sinais do meio ambiente, sinalização entre células, aquisição de nutrientes por reações de degradação de moléculas complexas, participação em processos de desintoxicação bacteriana, pode ser um mecanismo de defensa ou ataque, sendo este último ponto sobressalente em bactérias patogênicas porque ditas proteínas podem ser usadas como fatores de virulência. As bactérias possuem máquinas macromoleculares que permitem transportar essas proteínas extracelulares como resposta aos estímulos extracelulares para modular respostas que garantam a sobrevivência no meio ambiente e são conhecidos como Sistemas de Secreção. No caso de Leptospira o único sistema identificado foi o Sistema de Secreção Tipo II no genoma, mas ele ainda não foi caracterizado. A propriedade sobressaliente deste sistema é secretar proteínas extracelulares enoveladas do interior da bactéria para o meio extracelular, processo que por sua vez também não está bem compreendido. O projeto visa continuar com a caracterização estrutural dos domínios periplasmáticos das proteínas de membrana GspC e GspD e a interação entre eles. Em conjunto continuar o processo de purificação do complexo de membrana GspC-GspD para tentar determinar sua estrutura por Crio-EM.