Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de biossensor eletroquímico e dispositivo de fluxo lateral, low COST para detecção de biomarcadores neoplásicos

Processo: 19/10452-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2019
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2023
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Pesquisador responsável:Maria Del Pilar Taboada Sotomayor
Beneficiário:Rafael da Fonseca Alves
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Técnicas biossensoriais   Eletrodos quimicamente modificados   Neoplasias mamárias   Phage display

Resumo

O câncer de mama (CM) é o segundo tipo de tumor mais comum na população e o mais frequente em mulheres, no mundo e no Brasil. A origem da doença é complexa e envolve diversos fatores de risco, incluindo os ambientais, biológicos e hereditários. É estatisticamente definido como sendo responsável por 28% de novos casos de câncer a cada ano, o que o coloca em escala epidêmica representando um problema para a saúde pública. Atualmente o diagnóstico do CM é realizado através de testes por imagens e biopsia. A busca por métodos de diagnóstico mais precisos e que detectem a doença precocemente se tornou o ponto de partida para diferentes abordagens científicas. A técnica de Phage Display permite a seleção de peptídeos específicos aos mais diversos alvos moleculares. Nesse contexto a construção de sensores biológicos e imunoensaios do tipo fluxo lateral (Lateral Flow) baseados em peptídeos ligantes selecionados por Phage Display se mostra como uma promissora alternativa diagnóstica. Essa plataforma se destaca por sua alta sensibilidade e seletividade acopladas à possibilidade de miniaturização, portabilidade, baixo custo e mínima quantidade de energia necessária para funcionamento. Assim este trabalho visa a construção de um biossensor a partir do estudo das propriedades eletroquímicas e morfológicas de materiais derivados do monômero ácido 3-(3-aminofenil) propiônico (3-3-AFP) sob a superfície de eletrodos de baixo custo e a construção de um sistema de fluxo lateral, utilizando peptídeos ligantes específicos para CM como interface de reconhecimento biológico.