Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de primers para genes de resistência em cepas do Complexo Candida haemulonii

Processo: 19/26037-4
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2020
Vigência (Término): 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Marcia de Souza Carvalho Melhem
Beneficiário:Dality Keffelen de Barros Rodrigues
Supervisor no Exterior: Elizabeth L. Berkow
Instituição-sede: Instituto Adolfo Lutz (IAL). Coordenadoria de Controle de Doenças (CCD). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Centers for Disease Control and Prevention (CDC), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:18/18996-9 - Espécies crípticas de Candida em isolados de corrente sanguínea: identificação e perfil de suscetibilidade a fármacos azólicos, BP.MS
Assunto(s):Micologia médica   Candida   Candida haemulonii   Antifúngicos   Resistência a medicamentos   Fluconazol

Resumo

As leveduras do gênero Candida compõem os micro-organismos mais prevalentes no ambiente hospitalar e podem desenvolver infecções em diversos sítios corporais, da pele a infecções disseminadas na corrente sanguínea. Entre as espécies de importância clínica encontramos aquelas pertencentes ao complexo Candida haemulonii, sendo elas: Candida haemulonii stricto sensu, Candida haemulonii var. vulnera e Candida duobushaemulonii. Este complexo de espécies promove grande interesse em saúde pública por possuir um distinto perfil de sensibilidade a antifúngicos e comumente apresentar multirresistência. Ademais, o complexo Candida haemulonii, depende de técnicas moleculares para ser discriminado e pode ser erroneamente identificada como Candida auris, outra espécie emergente e multirresistente. Não há estimativas acuradas sobre a prevalência desse complexo, raros relatos na literatura que o descreva e até o momento nenhum estudo que explique os fatores que induzem a sua resistência a antifúngicos. Desta forma, esta pesquisa tem como objetivo desenhar primers para a detecção de genes relacionados à resistência ao fluconazol através do sequenciamento completo do genoma e a criação de um mapa filogenético. Esta pesquisa ocorrerá no Centers for Disease Control and Prevention (CDC) que fornecerá o apoio tecnológico e científico. As cepas clínicas congeladas e liofilizadas são provenientes da Micoteca do Insituto Adolfo Lutz, Cantro de referência no estado de São Paulo e do CDC. Este estudo pretende contribuir para o conhecimento destas espécies ainda pouco estudadas, abrindo janelas para mais pesquisas dentro deste campo, que poderão auxiliar na terapia e vigilância em saúde pública. (AU)