Busca avançada
Ano de início
Entree

Processamento de biomassa lignocelulósica usando líquidos iônicos para aplicação em biorrefinarias

Processo: 19/19976-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2020
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química - Processos Industriais de Engenharia Química
Pesquisador responsável:Marcus Bruno Soares Forte
Beneficiário:Felipe Augusto Ferrari
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/50612-8 - An integrated approach to explore a novel paradigm for biofuel production from lignocellulosic feedstocks, AP.TEM
Assunto(s):Bioenergia   Biomassa lignocelulósica   Biorrefinarias   Pré-tratamento   Líquidos iônicos   Palhas   Cana-de-açúcar

Resumo

As mudanças climáticas, devido ao esgotamento histórico dos recursos naturais, nos levaram a repensar a direção da tecnologia. A substituição de combustíveis fósseis por alternativas renováveis tem sido estudada a fim de mitigar o impacto ambiental da produção de energia. No entanto, o uso de resíduos lignocelulósicos, como a palha da cana-de-açúcar (SW) na síntese de biocombustíveis, exige pré-tratamento, devido à sua complexidade. O uso recente de líquidos iônicos (IL) nesse processo surge como uma estratégia para superar os problemas enfrentados, como alta demanda de energia e produção de compostos inibitórios. Nesse contexto, este projeto propõe o uso de IL prótica, barata e simples como estratégia de pré-tratamento para valorizar a biomassa de forma econômica e ambientalmente sustentável. Em um estudo pioneiro, o efeito no pré-tratamento das principais condições operacionais relatadas na literatura foi avaliado em relação à composição química sólida residual e à digestibilidade enzimática. Foi proposta a estratégia de purificação e reciclagem de IL, que será avaliada no próximo bloco de experimentos. Por fim, será avaliada a sustentabilidade ambiental e econômica do processo, propondo um potencial escopo de produtos, agregando valor a todo o processo. (AU)