Busca avançada
Ano de início
Entree

Associações entre indicadores do ambiente construído com a prática de atividade física no tempo de lazer e como forma de transporte em adultos que vivem no Município de São Paulo

Processo: 20/01312-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2020
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Alex Antonio Florindo
Beneficiário:Inaian Pignatti Teixeira
Instituição-sede: Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/17049-3 - Ambiente construído, atividade física e estado nutricional em adultos: um estudo longitudinal, AP.TEM
Assunto(s):Epidemiologia   Inquéritos epidemiológicos   Atividade física   Caminhada   Indicadores ambientais   Espaço urbano   Meio ambiente construído   Estudos de coortes   Adultos   São Paulo (SP)

Resumo

O objetivo deste projeto será o desenvolvimento de indicadores walkability e a verificação das associações destes com a prática de atividade física em adultos que vivem em São Paulo, SP. Será um estudo de coorte que utilizará como base os endereços das residências da amostra de adultos do Inquérito de Saúde de São Paulo (ISA) do ano de 2015 que será reavaliada em 2020. Os índices de walkability serão desenvolvidos com base em indicadores de ambiente construído de uso misto do solo (relação entre comércios, serviços e residências), conectividade de ruas, quantidade de residências e de pessoas em raios de 500 metros, de 1.000 metros e de 1.500 metros no entorno dos domicílios das pessoas que serão novamente entrevistadas. Serão utilizadas bases de dados disponíveis de ambiente construído que foram coletadas por meio de sistemas de informação geográficas e também por meio de processo de auditagem nos locais de residências e no ambiente de trabalho das pessoas. Serão construídos indicadores de walkability com base em estudos anteriores e os índices serão classificados em quintis. Os índices de walkability serão comparados com os dados de atividade física (caminhada) que foram coletados entre 2014-2015 e que serão novamente coletados em 2020 na amostra do ISA. Serão realizadas análises de regressões linear e logística multinível utilizando-se os grupos dos setores censitários e domicílios do ISA. As variáveis independentes serão os níveis de atividade física. O projeto terá duração de dois anos. (AU)