Busca avançada
Ano de início
Entree

Bioprospecção de microrganismos a partir de biomassa residual de laranja e sua aplicação como substrato na obtenção de biossurfactantes

Processo: 20/06431-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2020
Vigência (Término): 30 de novembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Iolanda Cristina Silveira Duarte
Beneficiário:Fernanda de Paula
Instituição-sede: Centro de Ciências Humanas e Biológicas (CCHB). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Sorocaba , SP, Brasil
Assunto(s):Anti-infecciosos   Fermentação   Tensoativos   Bacteriologia   Bioprospecção   Biomassa   Biossurfactantes   Análise de sequência de DNA   DNA ribossômico

Resumo

Biossurfactantes são moléculas de origem microbiana que podem apresentar propriedades tensoativas e emulsificantes. Os biossurfactantes podem ser produzidos por meio da fermentação a partir de diferentes fontes de carbono, sendo de grande valia a utilização de fontes renováveis e de baixo custo, como os resíduos agroindustriais. Nesse sentido, tendo o Brasil como um dos maiores produtores de laranja do mundo, o presente estudo tem como finalidade promover a bioprospecção de bactérias produtoras de biossurfactantes a partir do bagaço da laranja e utilizá-lo também como fonte de carbono na fermentação. Os resíduos da laranja serão caracterizados quimicamente e autofermentados em caldo Luria Bertani (LB) enriquecido com glicerol a fim de isolar microrganismos produtores de biossurfactantes. O consorcio microbiano obtido será caracterizado pelo sequenciamento do gene 16S e em seguida os isolados serão avaliados quanto a produção de biossurfactante por meio de atividade e índice de emulsão. Os isolados que apresentarem melhores resultados para produção de biossurfactante serão identificados a partir do sequenciamento do gene RNA ribossomal e submetidos a produção de biossurfactante utilizando o bagaço de laranja como fonte de carbono. Os biossurfactantes serão então extraídos das melhores condições e avaliados quanto a sua concentração micelar crítica.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)