Busca avançada
Ano de início
Entree

Entendendo os determinantes de movimentos de primatas em fragmentos: aplicações para simulações com um modelo baseado em agentes

Processo: 21/10284-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 24 de janeiro de 2022
Vigência (Término): 23 de julho de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia
Pesquisador responsável:Laurence Marianne Vincianne Culot
Beneficiário:Eduardo Miguel Zanette Correia
Supervisor no Exterior: Bialozyt Ronald
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Local de pesquisa: Nordwestdeutschen Forstlichen Versuchsanstalt (NW-FVA), Alemanha  
Vinculado à bolsa:20/11129-8 - Predizendo sombras de sementes em diferentes contextos ambientais: uma abordagem da modelagem para um frugívoro arbóreo, BP.MS
Assunto(s):Leontopithecus chrysopygus   Dispersão de sementes

Resumo

Em florestas tropicais, um domínio amplamente explorado e historicamente destruído pela população humana, primatas frugívoros fazem contribuições importantes para sua regeneração. O papel destes primatas como dispersor de sementes é diretamente dependente dos seus padrões de movimentação que por sua vez afetam diretamente a distribuição espacial das sementes dispersas. Diversos fatores como o tamanho e a forma do fragmento, a distribuição dos recursos e a interação com grupos conspecíficos podem alterar as rotas diárias de primatas. Entretanto, compreender o efeito destes fatores no padrão de movimentação de primatas e suas consequências para a dispersão de sementes é uma tarefa desafiadora, especialmente quando se considera o amplo esforço requerido em campo e os numerosos fatores não controlados. O recente desenvolvimento de modelos mecanísticos como os modelos baseados em agente (ABMs) providenciam uma oportunidade para responder essa questão com esforço de campo reduzido e com condições controladas. Neste sentido, o objetivo principal deste projeto é desenvolver um ABM capaz de simular o resultado espacial da dispersão de sementes (ou a sombra de sementes) do mico-leão-preto (MLP), um primata ameaçado de extinção, em diferentes fragmentos de floresta com características variadas (tamanho, forma e distribuição de recursos). Para este fim, nós estamos estendendo um ABM previamente adaptado para a espécie modelo, mas no qual adaptações não foram suficientes para reproduzir satisfatoriamente esses padrões de movimento e de dispersão de sementes observadas na natureza. Especificamente, as distâncias diárias percorridas simuladas no modelo eram mais curtas e a revisitação de árvores frutíferas eram mais frequentes do que o observado na natureza, resultando assim na metade da distância diária percorrida e metade da distância de dispersão de sementes. Para obter este modelo capaz de simular os padrões de movimentação reais, serão implementadas novas regras específicas no modelo, as quais denominamos extensões do modelo, em acordo com a abordagem de modelagem baseada em padrões (ou Pattern-Oriented Modelling). A primeira extensão é implementada com códigos simples e os dados empíricos para parametrização (ângulos de virada e tamanhos de passo) já estão disponíveis. A segunda extensão pode demandar a implementação de uma combinação de fatores, como tamanho de árvores e seu grau de agregação. A última extensão será feita com regras mecanísticas de ocupação de área de vida, como por exemplo com o tempo de revisita de porções da área de vida. As duas últimas extensões requerem a análise de dados empíricos e esforços relativamente grandes de implementação de código. Os resultados fomentarão o compreendimento de como atividades antropogênicas como fragmentação e perda de hábitat prejudica a regeneração de florestas através de efeitos indiretos na fauna de dispersores de sementes.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)