Busca avançada
Ano de início
Entree

A influência de grupos funcionais de primatas no destino de sementes e consequências para a conservação

Processo: 17/07954-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2017
Vigência (Término): 30 de setembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Laurence Marianne Vincianne Culot
Beneficiário:Lisieux Franco Fuzessy
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/14739-0 - O efeito da fragmentação sobre as funções ecológicas dos primatas, AP.JP
Bolsa(s) vinculada(s):18/06634-5 - Interações mutualísticas: análise de uma rede de dispersão de sementes hiper-diversa em um hotspot de biodiversidade, BE.EP.PD
Assunto(s):Dispersão de sementes   Mata Atlântica   Besouros coprófagos

Resumo

Em florestas Neotropicais muitas espécies de planta dependem de vertebrados para dispersar sementes. A efetividade de um dispersor é definida pela sua contribuição para o fitness da planta e é influenciada por diversos fatores, como o número de sementes removidas, distância de transporte do coespecífico, efeitos na germinação e destino das sementes após a dispersão primária. Fatores pós-dispersão, como taxas de predação e remoção e o potencial de sobrevivência e crescimento das plântulas, dependem das condições do local de deposição e são essenciais para conhecer o real papel desempenhado por um dispersor. Sabemos que primatas agem positivamente na regeneração florestal da Mata Atlântica e na dinâmica da comunidade vegetal e que o serviço oferecido varia de acordo com o grupo funcional ao qual pertencem. Porém, atestar primatas como efetivos engenheiros deste ecossistema permanece uma tarefa desafiadora devido ao desconhecimento acerca dos efeitos no destino das sementes. Assim, o presente projeto se propõe a mensurar a real contribuição de quatro espécies de primata endêmicas da Mata Atlântica - Brachyteles arachnoides, Leontopithecus chrysopygus, Alouatta guariba clamitans e Sapajus nigritus - para a dispersão de certa espécie de planta. Avaliaremos de forma inédita os efeitos da guilda alimentar de primatas no destino pós dispersão considerando a influência do local de deposição. Para isso realizaremos delineamentos experimentais no Parque Estadual Carlos Botelho e testaremos a influência do padrão de deposição de sementes, da composição e da quantidade de fezes sobre as interações com predadores e dispersores secundários, considerando o efeito negativo do coespecífico. As conclusões nos permitirão orientar futuros direcionamentos de esforços de conservação baseados em serviços ecossistêmicos oferecidos por primatas dispersores de semente.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ZANETTE, E. M.; FUZESSY, L. F.; HACK, R. O. E.; MONTEIRO-FILHO, E. L. A. Potential role in seed dispersal revealed by experimental trials with captive southern muriquis (Brachyteles arachnoides). PRIMATES, v. 61, n. 3 FEB 2020. Citações Web of Science: 0.
FUZESSY, LISIEUX FRANCO; JANSON, CHARLES; SILVEIRA, FERNANDO A. O. Effects of seed size and frugivory degree on dispersal by Neotropical frugivores. ACTA OECOLOGICA-INTERNATIONAL JOURNAL OF ECOLOGY, v. 93, p. 41-47, NOV 2018. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.